POLÍTICA

16/08/2018 as 17:05

Bolsonaro pede impugnação de candidatura de Lula no TSE

Petição do candidato do PSL, que lidera em um cenário sem Lula, é a quarta apresentada contra o registro do petista

Foto: (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil - Daniel Pinheiro/Agência Brasil).<?php echo $paginatitulo ?>

 

O candidato do PSL à presidência da República, Jair Bolsonaro, entrou com um pedido de impugnação da candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, nesta quinta-feira, no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Esta é a quarta petição contra o registro do petista como candidato ao Palácio do Planalto.

O documento, primeiro registrado por um dos concorrentes à Presidência, pede celeridade no julgamento que pode barrar a candidatura de Lula. Para os advogados do capitão da reserva do Exército, a inelegibilidade do ex-presidente ”decorre de prova exclusivamente documental”. “É do conhecimento geral que o pretenso candidato Luiz Inácio Lula da Silva foi condenado”, diz a ação. Em outro trecho, o pedido ressalta que ”restou comprovado que o ex-presidente da República participou de um grande esquema de corrupção”.

No pedido, Bolsonaro afirma, ainda, que “não se desconhece o clamor popular que desperta a candidatura ora impugnada”, mas acrescenta que ”o fato de que o candidato em questão, com o apoio dos seus seguidores, vem adotando uma postura de vítima de um sistema judicial que considera parcial e perseguidor, levantando dúvidas acerca da legitimidade do processo que culminou com a sua condenação, bem como da inviabilidade da candidatura ora impugnada”.

Uma eventual impugnação da candidatura de Lula deve beneficiar Bolsonaro. Em um cenário sem a presença do ex-presidente, conforme levantamento do Instituto Paraná Pesquisas, o representante do PSL no pleito lidera com 23,9%, seguido por Marina Silva (Rede), com 13,2%, e Ciro Gomes (PDT), com 10,2%. A pesquisa ouviu 2 002, de 09 a 13 de agosto, em 168 municípios nos 26 estados e no Distrito Federal. Registrada sob o número BR -02891/2018, a margem de erro é de 2 pontos porcentuais, para mais ou para menos.

Outros três pedidos semelhantes

A ação protocolada por Bolsonaro é a quarta contra a candidatura de Lula. Na noite desta quarta-feira, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, alegou, em seu pedido, que o petista não pode ser candidato, uma vez que foi condenado em segunda instância por um órgão colegiado. Também entraram com ação o deputado federal Kim Kataguiri (DEM-SP), um dos líderes do Movimento Brasil Livre (MBL), e o ator e candidato a deputado federal Alexandre Frota. “Resta evidenciada a impossibilidade de participação do impugnado no pleito eleitoral até mesmo diante de sua ausência na convenção partidária”, disse Frota.


 

 

 

 

Com informações de André Siqueira, Veja.




Tópicos Recentes