POLÍTICA

17/08/2018 as 05:40

Ibope revela “voto tradicional” e “mais do mesmo” em Alagoas e no Ceará!

Quorum

Política
Por Habacuque Villacorte
<?php echo $paginatitulo ?>

Cada Estado tem sua particularidade, cada eleição é uma história! Esses são alguns dos conceitos sempre aplicados por políticos e analistas do segmento quando abordados sobre o cenário. Já está claro para muita gente que a eleição de 2018 será atípica, mas não pelo voto a ser depositado pelo eleitor em geral, mas sim pela ausência de uma parcela significativa deste mesmo eleitorado dos locais de votação. Para este colunista é preciso muita cautela antes de fazer previsões sobre o momento político em que vivemos e reforça outra “verdade absoluta”: o maior desafio este ano será o de convencer as pessoas sobre a importância de votar.

 

Aproveitando ainda o principio da campanha e alertando, sobretudo, a assessores e marqueteiros de plantão, o discurso da “ética e da moralidade” pode fazer a diferença no pleito em Sergipe. Este colunista tomou o cuidado de acompanhar dois levantamentos recentes feitos pelo IBOPE, em Estados da Região Nordeste, com realidades parecidas com a nossa, e mostrou que o eleitorado, mesmo insatisfeito, continua muito “tradicional”, ou seja, ele acaba escolhendo entre as opções que lhes são propostas, ou seja, não há nenhuma mudança “tão radical”. Há, porém, uma parcela expressiva que consolida o perigoso desejo de não votar, mas alguém sempre será eleito por uma “parcela votante”.

 

Contratada pela TV VERDES MARES e registrada na Justiça Eleitoral do CEARÁ sob o nº CE-04197/2018, a pesquisa IBOPE ouviu 1.204 pessoas, de 13 a 15 de agosto, com um nível de confiança de 95% e uma margem de erro de 3%, para mais ou para menos; Contratada pela TV GAZETA e registrada na Justiça Eleitoral de ALAGOAS sob o nº AL-00461/2018, a pesquisa IBOPE ouviu 812 pessoas, também de 13 a 15 de agosto, com o mesmo nível de confiança de 95% e a mesma margem de erro de 3%, para mais ou para menos.

 

Nas duas pesquisas, os governadores do Ceará e de Alagoas, Camilo Santana (PT) e Renan Filho (MDB), respectivamente, iniciam suas campanhas com elevada folga, com grandes chances de serem reeleitos já no 1º turno. Ambos adotaram posições fortes contra o governo do presidente Michel Temer (MDB), mas ainda assim não “cortaram relações” e, sempre que podem, estão muito próximos do governo federal. No Ceará, o PT abriu mão de indicar um senador na chapa para somar com Cid Gomes (PDT) – irmão do presidenciável Ciro Gomes (PDT) – e Eunício Oliveira (MDB), presidente do Congresso Nacional e aliado “de primeira hora” de Temer.

 

Pelo levantamento do IBOPE, os cearenses superariam as divergências políticas nacionais e elegeriam os dois senadores da chapa se a eleição fosse hoje; em Alagoas, a realidade não é muito diferente. O PT também está aliado do “golpista” MDB e, além do governador, o “tradicional” senador Renan Calheiros (MDB) estaria reeleito em primeiro lugar disparado, seguido de seu adversário o também senador Benedito de Lira (PP), que está na chapa encabeçada pelo ex-presidente Fernando Collor (PTC), candidato ao governo alagoano.

 

Por mais que haja muita abstenção, o eleitor vai continuar apostando nos nomes que lhe são apresentados. Os números provam que o eleitorado pode apostar em um nome da oposição, mas nada ainda tão “revolucionário”.  Ainda não há essa consciência! E tanto no Ceará quanto em Alagoas, percebe-se que PT, MDB, PDT, PP e PSDB se unem ou se afastam mediante suas conveniências, deixando de lado qualquer divergência política, aspecto também muito ignorado pelas pessoas. Voltando ao princípio deste comentário, cada Estado tem sua realidade, mas nos dois casos analisados, o IBOPE revelou ainda muito o “voto tradicional” e “mais do mesmo”. Isso vale uma boa reflexão para o início da campanha...

 

Veja essa!

O prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) passa a impressão que quer ser mais esperto que toda a classe política junta: para não dizer publicamente em quem vota e não se queimar com “A” ou com “B”, prefere anunciar que só vai fazer campanha nas “horas vagas”, que vai continuar focado na gestão...

 

E essa!

Para muita gente, se Edvaldo não assumir uma posição de compromisso o projeto de André Moura (PSC) para o Senado Federal, será algo que lhe renderá o título de “mais ingrato” de 2018. Apesar de estarem em lados opostos, se não fosse a ajuda de Moura, a gestão da PMA seria um verdadeiro “caos administrativo”. Ou não?

 

Rogério Carvalho

A informação de uma decisão desfavorável no processo que tramita contra o candidato a senador Rogério Carvalho (PT) no STJ caiu como uma “bomba” no mundo político sergipano. Aliados e assessores garantem que o petista fica na disputa, mas já há quem avalie como mais uma perda no bloco governista...

 

Coisas de Sergipe

Tem gente propagando correção e honestidade em Sergipe, mas esquecendo que num passado não muito distante “usou o poder público” para tentar viabilizar um projeto pessoal e duradouro. Na escala de “santidade” aqui no Estado, vai ter gente entrando no final da fila...

 

Exclusiva!

Batido o martelo e o servidor Jethro Duarte vai assumir o comando da Companhia de Saneamento de Sergipe (DESO) nesta sexta-feira (17), atendendo a indicação do ex-prefeito e ex-deputado Zé Franco. Faz parte do acordo para apoiar Belivaldo Chagas em Nossa Senhora do Socorro.

 

Diretor confirmado

Também está confirmado o nome de Edson Leite para assumir a Diretoria de Obras e Meio Ambiente da Deso. O atual presidente, Gabriel Almeida, mesmo sem ter uma vinculação direta ao PDT, deixa o comando após apenas três meses de gestão...

 

Bomba!

Setores do Trade Turístico estariam cobrando do presidente da ABIH Sergipe, Antônio Carlos Franco Sobrinho, uma posição crítica da entidade sobre as indicações políticas no segmento de Turismo do Estado. A informação é que o gestor pode se afastar do comando da entidade em definitivo ou, pelo menos, até a eleição. Há quem trabalhe para removê-lo dessa decisão...

 

TCE I

O Tribunal de Contas do Estado (TCE) decidiu no Pleno aplicar multa de R$ 30mil ao ex-gestor da Secretaria de Estado do Turismo, por descumprir determinação feita pelo órgão, no dia 7 de junho, exigindo que, no prazo de 60 dias, fosse feita perícia técnica por meio de empresa de notória especialização, no sentido de avaliar a situação física do prédio onde funcionava o antigo Hotel Palace. 

 

TCE II

A nova decisão do TCE segue voto vista do conselheiro Carlos Alberto Sobral, e estabelece ainda prazo de oito dias para que o atual secretário de Turismo, empossado há poucos dias, cumpra a determinação, sob pena de multa diária de R$1mil. Relator da matéria, o conselheiro Carlos Pinna emitiu voto no sentido de multar o secretário de Turismo, conforme previa a medida cautelar emitida pelo TCE, independentemente de quem estaria à frente da pasta, mas o conselheiro Carlos Alberto apresentou o voto divergente ao observar que houve recente mudança no comando da secretaria estadual de Turismo.

 

Representação

A matéria teve origem no TCE a partir de representação formulada pelo Ministério Público de Contas, através do procurador-geral João Augusto Bandeira de Mello, sugerindo a realização de auditoria para verificar a situação das edificações públicas e privadas no âmbito do Estado de Sergipe. Na cautelar expedida no mês de junho, a Corte de Contas determina à Secretaria de Turismo que seja feita a perícia técnica por meio de empresa de notória especialização, e ainda que, em mais 30 dias, o resultado dessa perícia também fosse apresentado ao Tribunal.

 

Alô FHS!

Passados 90 dias da posse da nova gestão na FHS, e o SAMU continua sem os rádios amadores das viaturas. Alguém consegue explicar como é que o SAMU funciona sem o uso dos RÁDIOS nas viaturas?

 

Saúde sucateada

Como perguntar não ofende nunca, uma fundação com problemas tão complexos e um problema simples como esse não consegue ser resolvido? A população sofre com uma saúde sucateada e, infelizmente, os gestores parecem cruzar os braços. O Ministério Público, se acordar, como fiscal da Lei precisa agir...

 

Anderson de Tuca I

Constantemente o serviço do Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose) tem sido interrompido por “problemas de logística” na entrega das bolsas para coleta de sangue. O vereador Anderson de Tuca (PRTB) criticou, dizendo que “fazem campanha pedindo a colaboração da população para doar sangue, e, quando as pessoas chegam ao local da coleta, falta o principal: a bolsa para acondicionar o sangue. Parece brincadeira, mas isso está acontecendo com certa frequência. No mês passado já houve esse problema, agora, novamente. Enquanto isso, centenas de pessoas estão na fila de espera aguardando essas doações”, criticou.

 

Anderson de Tuca II

Tuca sugeriu uma parceria entre os dois Shoppings da capital e o próprio Hemose como estratégia de captação de doadores. “Isso já acontece em outras cidades. Se não puder ter um espaço permanente, que destine um local exclusivamente no período de férias. A intenção seria aproveitar o grande fluxo de pessoas nesses locais e sensibilizar a população sobre a importância de doar de forma regular, uma vez que a demanda transfusional não se interrompe e tem muita gente precisando”, destacou.

 

Emília Corrêa I

Em defesa dos pacientes renais de Sergipe, a vereadora Emília Corrêa (Patriota), falou sobre a participação em uma reunião da comissão de saúde da Câmara com o secretário estadual da pasta, para tratar da situação dos pacientes que encontram dificuldades diversas para conseguir prosseguir com o tratamento renal nos hospitais do estado.

 

Emília Corrêa II

A parlamentar destacou a ausência dos representantes da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), bem como de alguém que pudesse falar em nome da gestão. “Estive presente juntamente com assessores e parlamentares da comissão de saúde, instaurada por essa Casa, em uma reunião na Secretaria Estadual de Saúde, cuja pauta foi a situação dos muitos sergipanos que precisam de tratamento renal, mas para o meu maior espanto ninguém da gestão municipal esteve presente, mesmo tendo sido convidados para a reunião, não foram e nem justificaram”, afirmou.

 

Renais Crônicos

Emília chamou atenção dos presentes para um possível descaso com a situação dos pacientes renais. “Me parece que falta interesse da atual gestão em resolver os problemas dos renais crônicos de Sergipe, que é um assunto de extrema seriedade. As pessoas perdem qualidade de vida, elas morrem na máquina e simplesmente a gente vê a secretaria municipal de saúde não enviar um representante para uma reunião tão importante. Isso é uma falta de respeito e mais de humanidade com o povo que está morrendo por falta de assistência”, pontuou.

 

André Moura I

A presidente da Confederação Nacional dos Agentes de Saúde e de Combate às Endemias (Conacs), Ilda Angélica Correia, emitiu nota de apoio ao deputado federal André Moura (PSC), esclarecendo que a atuação do parlamentar junto à categoria é imprescindível.

 

André Moura II

“André Moura sempre foi um verdadeiro soldado, que independente de sua posição política, nunca mudou de lado em relação à defesa dos nossos direitos”, diz a nota. Ilda Correia também gravou vídeo no qual reitera a confiança no trabalho do parlamentar e conclama a classe a manter a parceria com o deputado, autor de leis que tratam dos direitos, piso salarial, educação e jornada salarial da categoria – e agora trabalha pela derrubada dos vetos à MP 827/2018.

 

Termelétrica I

Desde o último dia 10, operários da Termelétrica Porto de Sergipe estão em luta. Os operários paralisaram contra demissões em massa, maus tratos e condições de trabalho precárias. Segundo os grevistas, para manter esse nível de exploração, as empresas contam com o apoio dos governos e da polícia, além de se recusarem a negociar.  “A empresa também conta com o apoio de um sindicato para prejudicar o trabalhador. O sindicato que representa legalmente a categoria é o Sindmont, filiado a Força Sindical”, explica a nota.

 

Termelétrica II

Os trabalhadores decidiram em assembleia, na segunda-feira (13), que não aceitavam a representação do sindicato e elegeram uma comissão de base. Agora os trabalhadores aguardam que o Ministério Público do Trabalho conceda o reconhecimento legal à Comissão de Base, que já foi legitimada pelos trabalhadores. “A Celse não tem funcionários próprios. Ela contratou aproximadamente 12 empresas de grande e pequeno porte. Todo o trabalho pesado feito pelos operários é terceirizado”.

 

Termelétrica III

“Os trabalhadores que paralisaram são contratados pela Enesa, que conta com um quadro de 600 funcionários. No dia 24 de julho 31 trabalhadores dessa empresa foram internados com intoxicação por causa da alimentação fornecida por ela e, para piorar, eles não tinham cobertura do plano de saúde”, denuncia a nota. Nesta sexta (17), os operários da termelétrica em greve vão enviar uma comissão para acompanhar o julgamento do ex-presidente do Sindmont, acusado pela morte do sindicalista “Barriga”. 

 

Eduardo Amorim

Candidato ao Governo do Estado pela coligação “Coragem para mudar Sergipe, o senador Eduardo Amorim (PSDB) iniciou sua campanha eleitoral concedendo entrevista ao Jornal da Xodó, na Xodó FM de Nossa Senhora do Socorro.

 

Desenvolvimento Municípios

“O Sertão, por exemplo, tem múltiplas vocações, mas não recebe investimentos do governo. Destaque para a bacia leiteira que precisa de fomento para qualificar a produção. Eventos realizados na região, a exemplo da Festa do Leite de Santa Rosa do Ermírio, em Poço Redondo, também precisam da atenção do governo”, disse Eduardo Amorim.

Tobias Barreto

Outra região citada foi o Sul do estado, onde foi destacada a vocação do município de Tobias Barreto para a produção e o comércio de confecções. “Temos que facilitar a instalação de novas empresas. As rodovias que levam ao município também precisam ser revitalizadas para facilitar a logística do que é produzido e comercializado no município e atrair mais pessoas que desejam visitar a cidade”, ressaltou.

 

Exonerado

O prefeito Edvaldo Nogueira assinou a exoneração de Aristóteles Fernandes da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT) de Aracaju. Assume interinamente a função o secretário municipal de Governo, Renato Telles. A saída de Aristóteles da SMTT decorre do fato de seu envolvimento com o pleito eleitoral deste ano.

 

SMTT

Ainda em janeiro, o prefeito Edvaldo Nogueira comunicou a seus secretários que todos aqueles que fossem participar das eleições deste ano, seja na condição de candidato ou em alguma função em campanhas, deveriam se afastar do cargo. Como a esposa de Aristóteles, a vereadora Salete Fernandes da Silva, da Barra dos Coqueiros, será a primeira suplente de uma das candidaturas ao Senado Federal, a permanência dele na equipe de secretários municipais tornou-se incompatível.

 

Título

Atendendo um requerimento do então deputado estadual e hoje deputado federal, João Daniel (PT), a Assembleia Legislativa concedeu no final da manhã dessa quinta-feira (16), o Título de Cidadão Sergipano ao presidente do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), Leonardo Góes Silva, que já comando a Superintendência Regional do órgão em Sergipe.

 

Presenças

A solenidade foi bastante concorrida com as presenças de amigos e familiares do homenageado; de prefeitos e vice-prefeitos e ex-prefeitos municipais; do atual presidente do Incra em Sergipe, Gilson dos Anjos; da Procuradora da República Lídia Tinoco; de servidores, diretores e ex-superintendentes do Incra Sergipe; do secretário de Infraestrutura Hídrica e Saneamento da Bahia, Cássio Peixoto, representando o vice-governador João Felipe de Souza; além de representantes de movimentos sociais e territórios quilombolas.

 

João Daniel I

Ao justificar a homenagem, João Daniel agradeceu o apoio de todos que fazem a Assembleia Legislativa, que aprovaram por unanimidade a proposta do Título de Cidadania, e destacou a trajetória de Leonardo Góes no período em que esteve à frente do Incra/SE. “Leonardo tem raízes com nosso Estado, veio morar aqui como concursado do Incra. Foi perito agrário, diretor de assentamento e de desapropriações, além de Superintendente, assumindo diversas tarefas e atendendo aos movimentos sociais”.

 

João Daniel II

Em seguida, João Daniel disse que o título foi dado por merecimento, num reconhecimento pelo trabalho feito por onde passou, como técnico e gestor do Incra, assumindo vários compromissos e promovendo diversas obras. “Não se trata de um título de situação ou de oposição, mas de alguém que tem serviços prestados, que representou muito bem o Incra Sergipe.  Com capacidade e determinação soube dialogar com todos os lados sem trair o grande objetivo do Incra, respeitando as reivindicações dos movimentos sociais e quilombolas”.

 

Homenageado

Por sua vez, Leonardo Góes agradeceu a presença de todos destacando sua satisfação em receber a honraria. “A homenagem reforça ainda mais o forte vínculo que mantenho com este Estado desde a minha infância, uma relação marcada pela admiração que nutro por um povo trabalhador, hospitaleiro e merecedor de todo o meu respeito. No Estado de Sergipe tive a oportunidade de desempenhar um papel de suma importância em minha trajetória profissional”.

 

Leonardo Góes I

“Com o apoio de uma equipe formada por servidores extremamente dedicados e competentes, o Incra de Sergipe criou e implantou centenas de projetos de assentamentos. Para atingir marca tão expressiva, busquei seguir um caminho que se pautava pelo diálogo permanente e por implementar alternativas inovadoras”, completou o homenageado.

 

Leonardo Góes II

Por fim, ele disse que acredita plenamente no potencial da reforma agraria de levar desenvolvimento econômico e social ao campo. “Tal crença foi construída e se consolidou durante os anos trabalhando na Superintendência Regional do Incra em Sergipe. Devo muito do meu sucesso profissional a este Estado e ao seu povo. Aqui, passei a lidar diariamente com os anseios e desejos daqueles que sonham em ter um pedaço de terra para produzir alimento, gerar riqueza e viver com dignidade”.

 

CRESS

Esta sexta-feira (17) será de debates e encaminhamentos para as/os assistentes sociais de Sergipe. A categoria se reúne, a partir das 14h, em Assembleia Geral, que acontece no Auditório da Sede Cultural do SINDIJUS, em Aracaju. A conselheira presidente do CRESS Sergipe, Joana Gama, explica que durante a assembleia, serão apresentadas a prestação de contaspolítico-financeiras e o resumo das principais ações realizadas pela gestão “Vamos Lá Fazer o que Será”, que nos últimos 15 meses está à frente do CRESS Sergipe.

 

Prefeitos

“Os órgãos de controle são rigorosos na fiscalização, por isso temos que ter um cuidado especial”, disse o prefeito de Maruim, Jeferson Santana (MDB) ao participar do II Encontro de prefeitos sergipanos e gestores de saúde, realizado pela Associação dos Municípios da Região Sul do Estado (Amurces) e pela Assessoria e Planejamento (Asplan), com o apoio institucional, Confederação Nacional dos Municípios (CNM), Conselho Nacional de Secretários Municipais de Saúde (Conasems), Conselho Estadual de Secretários Municipais de Saúde (Cosems), CAT Consultoria, Assessoria e Contabilidade Pública, Erpac Contabilidade Pública e Sebrae.

 

Fundação Aperipê

O diretor presidente da Fundação Aperipê, Chiquinho Ferreira, recebeu outro comunicador para conhecer e acompanhar o funcionamento das TV e Rádios Aperipê AM e FM. O convidado foi o empresário itabaianense e dono do Portal ItNet, Jamyson Góis, que acompanhou e participou da grade de atrações dos programas que são gravados, bem como os que aconteceram ao vivo. “Essa foi mais uma etapa das novas ações que pretendem aproximar os nossos meios de comunicação, da sociedade sergipana em todo estado”, explicou Chiquinho Ferreira.

 

CRÍTICAS E SUGESTÕES

habacuquevillacorte@gmail.com e habacuquevillacorte@hotmail.com

 

 




Tópicos Recentes