POLÍTICA

15/09/2018 as 16:42

Eleição “sem Lula” faz aliados “chutarem” Rogério e PT! E se Haddad crescer?

Quorum

Política
Por Habacuque Villacorte
<?php echo $paginatitulo ?>

Como é “mutante” a política! Já dizia Magalhães Pinto “que ela é como uma nuvem: você olha e está de um jeito; olha novamente e ela já está de outro”. O processo eleitoral em Sergipe não é diferente. Estamos em plena campanha para o governo do Estado e o Senado. Há exatos quatro anos tínhamos figuras com atuação expressiva no processo que, este ano, estão em “segundo plano” ou “fora de combate”. Em 2014, antes da definição das chapas, por exemplo, o então prefeito de Aracaju, João Alves Filho (DEM), liderava as pesquisas para o governo; já a senadora Maria do Carmo (DEM) disputou – e conquistou – a reeleição.

 

Não custam lembrar, também, que muita gente que estava em um palanque na eleição anterior, hoje está compondo com outro agrupamento político completamente diferente. O PSB tem palanque próprio e Fábio Henrique e o PDT deixaram o governo; Belivaldo Chagas (PSD) deixou os socialistas, tem o apoio do ex-prefeito Zé Franco em Socorro  e hoje é adversário ferrenho dos Valadares; Heleno Silva, o PRB e Sukita agora estão alinhados com o senador Eduardo Amorim (PSDB) e com o deputado federal André Moura (PSC). Já Mendonça Prado (DEM) foi extremamente decisivo em 2014. Agora, nem tanto, por enquanto...

 

No processo eleitoral atual, em um primeiro momento, chamaram atenção os posicionamentos públicos do candidato a senador Jackson Barreto (MDB) defendendo o ex-presidente Lula e exaltando a importância do Partido dos Trabalhadores para a candidatura de Belivaldo Chagas ao governo. Mesmo com a tendência petista Articulação de Esquerda, liderada pela deputada estadual Ana Lúcia, questionando a aliança e lhe negando o voto, JB fez “ouvido de mercador” e seguiu costurando a permanência na legenda na base governista. Tudo sendo alinhado com os petistas Márcio Macedo, Rogério Carvalho, João Daniel e Francisco Gualberto.

 

Com o passar dos dias, apesar da insistência – ou persistência – do PT, a Justiça Eleitoral e o Supremo Tribunal Federal vetaram a soltura e a consequente candidatura do ex-presidente Lula, condenado e preso na sede da Polícia Federal em Curitiba (PR). Coincidentemente, desde então, a relação “afetuosa” de Jackson Barreto com os petistas foi “esfriando” e, aos poucos, foi-se notando um distanciamento. E, nesse caso, não apenas de JB, mas de muitos aliados que passaram a olhar para os petistas, um tanto “ressabiados”, agora com a candidatura de Fernando Haddad (PT) para a presidência da República.

 

A eleição “sem Lula” foi decisiva para Jackson Barreto e alguns aliados “chutarem” o projeto do PT e de Rogério Carvalho, também candidato ao Senado Federal. O petista foi, visivelmente, deslocado por setores da base governista que não acreditam no êxito de sua candidatura e agora o querem longe para não atrapalhar o projeto de JB. Para o Partido dos Trabalhadores seria mais um profundo “golpe” do ex-governador que, em meados de 2016, no comando do Executivo, não teve – ou não quis – habilidade para reverter alguns votos da bancada federal de Sergipe, contrários à ex-presidente Dilma Rousseff (PT). Naquela época, JB não era adversário de Michel Temer (MDB)...

 

Em síntese, está claro dentro do bloco governista que Jackson Barreto e Rogério Carvalho já não se “bicam” mais e que essa divisão ficou mais evidente depois da rejeição do pedido de candidatura do ex-presidente Lula. “É cada um por si agora” segundo o ex-governador. Ele só não contava com o crescimento do petista Fernando Haddad nas pesquisas. É evidente que isso é fruto do “saldo” de Lula, mas ainda é cedo para ver se tem reflexos nos Estados, sobretudo, aqui em Sergipe. E se a resposta for positiva, como vão reagir o PT e Rogério Carvalho, depois de “chutados” e rejeitados por JB? Só o pouco tempo até a eleição poderá responder...

 

Veja essa!

Fontes da oposição já confirmam uma espécie de “debandada” de políticos do interior do Estado, “desencantados” com o governo do Estado, que já estão se somando aos projetos de Eduardo Amorim e Valadares Filho. A turma havia dado um prazo para essa sexta-feira (14) e, pelo visto, algo não foi cumprido...

 

E essa!

Dentro do que foi colocado por este colunista, sobre a candidatura “solo” de Jackson Barreto, muitos leitores entraram em contato para não apenas confirmar, como pontuar lideranças do interior que só têm compromisso com ele para o Senado, mas votam nos candidatos da oposição para o governo.

 

Abandono?

Uma pessoa muito próxima a Jackson Barreto ratificou a informação deste colunista nas redes sociais, mas fazendo o seguinte questionamento: “será que foi JB quem abandonou o governador ou teria sido Belivaldo quem abandonou Jackson?”. Eis a questão...

 

Procura-se

Na publicação anterior, este colunista alertou para um empresário que firmou um acordo milionário com o intuito de receber um dinheiro antigo, algo que já considerava a “fundo perdido” e que, após o recebimento, ele havia desaparecido. Ele passou a ser procurado em Sergipe porque deixou uma turma “a ver navios”.

 

Encontrado

Após uma longa “caçada” feita por um “gato” e um “rato”, o tal empresário foi encontrado, não foi necessária nenhuma recompensa, mas para a surpresa de todos, o volume de recursos não pôde ser rateado conforme acordado porque nesta correria toda, o dinheiro ficou completamente Rasgadinho. É muita falta de sorte...

 

Exclusiva!

Um escritório de advocacia em Sergipe estuda acionar a DESO judicialmente por conta do contrato de assessoria jurídica celebrado pela Companhia. A queixa é que o tal conjunto de advogados há tempos que tenta participar das concorrências da empresa pública, sempre sem êxito e diz que há suspeita de direcionamentos...

 

Alô dona DESO!

Segundo informações colhidas junto ao escritório de advocacia, a suposta ação judicial vai requerer informações o contrato celebrado com a DESO e a medição dos serviços prestados pela assessoria jurídica que, diga-se de passagem, tem que responder a inúmeros processos. O escritório espera que possa participar dos próximos processos em condições de igualdade entre os concorrentes...

 

Falando nela

Ainda sobre a DESO, este mesmo escritório de advocacia tem recebido de vários empresários e pessoas físicas denúncias das mais variadas da Companhia. Uma delas diz respeito a um morador do bairro Jardins que teve a promessa, de uma gerente de obras da empresa, sobre uma compensação financeira por conta de seu imóvel.

 

Olha isso!

A informação é que para executar uma obra na região, a DESO, através desta gerente, se comprometeu em ressarcir o empresário a demolir parte da obra que havia iniciado. O detalhe é que, terminado o serviço pela empresa pública, a “danada” desapareceu e o empresário está enfurecido com o prejuízo e promete buscar todas as instâncias para recuperar seu dinheiro. Que coisa!

 

Bomba!

Não chamem para a mesma mesa um ex-vereador de Aracaju e os representantes do setor de Engenharia e da Comissão de Licitação da Secretaria de Estado da Educação. Nos bastidores o que se comenta é que o “bolo é grande”, e que muitos desmandos teriam sido cometidos e seriam insanáveis...

 

Alô MPE!

Segundo o que este colunista apurou, o tal ex-vereador e os representantes do governo por muito pouco não chegaram as vias de fato, recentemente, por conta de supostas perseguições políticas aos adversários e um “tratamento especial” para os aliados. Quem sabe da história diz: nesse caso não seria “Operação Marcha à Ré”, mas “Operação Acelera”. Este colunista jura que não entendeu...

 

Sukita I

O ex-prefeito de Capela, Manoel Messias Sukita, candidato a deputado federal, já condenado a cumprir pena de 13 anos e 9 meses, se entregou nessa sexta-feira (14), na sede da Polícia Federal, em Aracaju.

 

Sukita II

Como já chegou no final da tarde, Sukita foi levado para a 8ª Delegacia Metropolitana em Aracaju, onde permanecerá até a segunda-feira (17), quando fará os exames no Instituto Médico Legal (IML) e, em seguida, será encaminhado para um dos presídios do Estado.

 

Perseguição?

Condenado em outros processos e respondendo a uma série de acusações de desmandos do ponto de vista administrativo, Sukita ainda se diz “vítima” dos “poderosos” e de seus adversários que conspiram contra sua candidatura a deputado federal, cujo registro já foi negado pela Justiça Eleitoral.

 

George Magalhães I

O radialista George Magalhães foi preso, essa semana, acusado de tentar obstruir as investigações no processo que corre em segredo de justiça, em que ele está sendo acusado de cometer estupro a uma funcionária do prédio onde reside no dia 22 de agosto.

 

George Magalhães II

O radialista fez exame de corpo e delito e em seguida levado para o Complexo Penitenciário Advogado Antônio Jacinto Filho (Compajaf), localizado no bairro Santa Maria, em Aracaju. O cumprimento de mandado de prisão foi feito na residência do radialista, por investigadores do DAGV. Segundo a SSP, ele foi preso por coagir testemunhas.

 

Acusação 

Foi aberto um inquérito para investigar o radialista pelos supostos crimes de estupro e agressão a pedido de uma mulher, de 42 anos, casada e que disse ter sido estuprada por ele. O caso vem sendo acompanhado pela delegada geral Katarina Feitosa e pelas delegadas do DAGV, Renata Aboim e Mariana Diniz.

 

Militares

A Associação dos Militares do Estado de Sergipe recebeu a resposta de ofício em que a entidade solicitava da Secretaria de Planejamento e Gestão informações sobre o não lançamento da parcela do abono-permanência dos militares que já completaram o tempo de serviço militar em suas respectivas corporações (30 anos).

 

Seplag

Na resposta, a SEPLAG informa que os militares que se encontram habilitados ao recebimento do referido abono deverão formular requerimento para que se instrua procedimento administrativo na sua corporação de origem: Polícia Militar ou Corpo de Bombeiros.

 

André Moura I

A Faculdade de Medicina de Estância está cada vez mais perto de ter as atividades educacionais iniciadas. A implantação da Faculdade no município se deve à indicação feita pelo deputado federal André Moura em dezembro de 2017 quando o MEC  anunciou que daria continuidade ao programa “Mais Médicos”, que tem a meta de alcançar a marca de 11,4 mil novas vagas de graduação em medicina com foco, principalmente, em municípios do interior distantes até 75 km de qualquer curso de medicina existente. 

 

André Moura II

A Universidade Tiradentes (Unit) venceu o resultado preliminar divulgado pelo Ministério da Educação (MEC). O resultado final está previsto para 28 de dezembro de 2018. Inicialmente, serão ofertadas 50 vagas anuais com previsão de início para o segundo semestre de 2019, a implantação de residência médica e contrapartida à estrutura de serviços, ações e programas de saúde do SUS; e oferta de bolsas integrais destinadas a munícipes de Estância que atendam aos critérios do Programa Universidade para Todos (Prouni).

 

Ação parlamentar

O deputado André Moura considera esta uma das maiores ações de seu mandato, pois permitirá o desenvolvimento econômico de Estância, gerando divisas. "Com o faculdade de medicina outros cursos assessórios, a exemplo de enfermagem, técnico e assistente de enfermagem, e mesmo  e outros investimentos privados serão implantados, haverá o crescimento de habitantes, além de beneficiar o Hospital Amparo de Maria com a residência médica e até a ampliação de leitos", ressaltou.

 

Benefícios

De acordo com o superintendente acadêmico da Unit, Temisson José dos Santos, os benefícios para a comunidade vão além da sala de aula. “Transformará vidas, inspirando pessoas a ampliar horizontes por meio do ensino, pesquisa e extensão, com ética e compromisso com o desenvolvimento social”, considera.

 

Eduardo Amorim I

Diante da importância do setor agropecuário para a economia do Estado, o candidato ao Governo, Eduardo Amorim, esteve na Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Sergipe (FAESE) para conversar com representantes do segmento. Na oportunidade, Eduardo recebeu das mãos do presidente da FAESE, Ivan Sobral, algumas sugestões de propostas para a agropecuária.

 

Eduardo Amorim II

Entre as medidas apresentadas estão o fortalecimento da pecuária e do agronegócio e o estímulo da produção diversificada. “Alguns compromissos já constam em nosso Plano de Governo, a exemplo do investimento nas vocações regionais. Vamos investir no desenvolvimento de maneira sustentável e conforme a geografia local", ressaltou o candidato a governador. 

 

Senador Valadares

O senador Antônio Carlos Valadares contesta o “marketing do mal” em suas redes sociais que, segundo ele, trabalha a favor do governo para tentar desgastar Valadares Filho. “3ª temporada de ataques arquitetados pelo marketing do mal é iniciada nas redes sociais, em campanha suja e covarde para desconstruir a imagem do candidato ficha limpa Valadares Filho. Identificados os autores queixa-crime será movida perante a Justiça Eleitoral”.


Valadares Filho I

A coligação "Um Novo Governo para Nossa Gente", liderada pelo candidato ao governo de Sergipe, Valadares Filho, promoveu uma grande carreta pelo municípiod e Nossa Senhora do Socorro, mais precisamente no Marcos Freire II e no loteamento São Brás.

 

Valadares Filho II

Durante o trajeto foi lembrado, por diversas vezes, que todos os imóveis construídos no Marcos Freire foram obras do senador Antonio Carlos Valadares, que disputa a reeleição, quando governou Sergipe. Durante a passagem dos candidatos foi lembrado que os serviços de infraestrutura do local, como pavimentação, só foram realizados, graças aos esforços do senador e do deputado federal Valadares Filho, que garantiram os recursos para as obras.

 

No São Brás

O mesmo aconteceu em relação ao loteamento São Brás, onde os recursos para a pavimentação das ruas foram conseguidos por Valadares Filho e pelo senador Antonio Carlos. A eles foi atribuído as obras que tiraram os moradores da lama em que estavam atolados, especialmente quando chovia.

 

SMTT

A Prefeitura de Aracaju promoverá, de 18 a 25 de setembro, a Semana Nacional do Trânsito (SNT - 2018), com ações que visam o envolvimento direto da sociedade e a reflexão sobre uma nova forma de encarar a mobilidade urbana.


Semana do Trânsito

A Semana Nacional de Trânsito é coordenada pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran) e as ações serão desenvolvidas em todos os estados brasileiros. Em Sergipe, a SNT é coordenada pela Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT), em parceria com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e o Departamento Estadual de Trânsito de Sergipe (Detran).


Renato Telles

O superintendente interino da SMTT, Renato Telles, explica os objetivos da programação. “A Semana Nacional de Trânsito é mais um estímulo a todos os condutores e aos pedestres a optarem por um trânsito mais seguro. A programação desenvolvida inclui palestras, ações educativas nas ruas, escolas, unidades de saúde e empresas, além do Passeio Ciclístico da Primavera, que ocorrerá no dia 23 de setembro, quando comemoramos o início da nova estação e o Dia Municipal do Agente de Trânsito de Aracaju”, lembra.

 

Prefeitura de Aracaju

O prefeito Edvaldo Nogueira assinou a exoneração de Jorge Santana da Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Turismo. Em seu lugar, assume interinamente o arquiteto e urbanista Ricardo Mascarello, que já fazia parte da pasta como diretor do programa "Aracaju Inteligente, Humana e Criativa". Jorge solicitou o seu desligamento da função para retornar ao comando de sua empresa.

 

Edvaldo Nogueira

“Jorge conversou comigo há 20 dias, quando expôs o seu pedido de desligamento, para voltar a se dedicar exclusivamente à sua empresa, diante do cenário de desafios e oportunidades do país. Ele desenvolveu um grande trabalho, iniciou uma série de projetos importantes e deu sua contribuição ao nosso governo. É um grande quadro", afirmou o prefeito, que desejou boas vindas ao secretário interino.

 

Jorge Santana

“Depois de um ano e três meses de muito trabalho e dedicação, me desligo da Secretaria da Indústria, Comércio e Turismo. Meu pedido de exoneração, compreendido e aceito pelo prefeito Edvaldo Nogueira, foi motivado exclusivamente pela necessidade incontornável de retornar ao comando da empresa que fundei há 32 anos e que está diante de desafios a serem vencidos e de oportunidades a serem conquistadas”, agradeceu.

 

Grande desafio

Mascarello considerou a nova função como "um grande desafio", mas disse estar "à vontade" para dar continuidade ao trabalho iniciado na secretaria. "Fui convidado por Jorge Santana para assumir a diretoria e, como a secretaria é enxuta, sempre acompanhei o andamento das ações, então meu esforço será tocar a secretaria com a mesma postura e alinhamento de ideias", afirmou.

 

Laércio Oliveira I

O deputado federal Laércio Oliveira é membro da Frente Parlamentar em Defesa dos Animais, que trabalha pela aprovação de projetos na Câmara dos Deputados. Ele foi relator do PL que cria o selo "Brasil sem Maus- tratos" para empresas que não utilizarem animais como cobaias em experimentos científicos. 

 

Laércio Oliveira II

Ele também defendeu em plenário a aprovação do projeto que proíbe o uso de animais em testes para desenvolver produtos de uso cosmético, como maquiagem e cremes de combate ao envelhecimento. As propostas passaram a ser discutidas depois que ativistas invadiram a sede do Instituto Royal, em São Roque (SP), e levaram 178 cães da raça Beagle e sete coelhos usados em pesquisas de cosméticos.

 

Prisão 

Laércio votou a favor do projeto que prevê prisão para pessoas que matam cachorros e gatos.  “Essa medida vai combater a forma absurda que o poder público lida com os animais abandonados, que muitas vezes são mortos quando o ideal é que fossem castrados e doados em feiras de animais”, informa Laércio, lembrando que muitas prefeituras no Brasil, já castram e doam animais.

 

CRÍTICAS E SUGESTÕES

habacuquevillacorte@gmail.com e habacuquevillacorte@hotmail.com




Tópicos Recentes