POLÍTICA

03/10/2018 as 17:09

Contra extremos, manifesto #Alcirina pede união do centro

Impulsionado pela sociedade civil, o abaixo-assinado está disponível na internet; o documento foi enviado à equipe dos candidatos

Foto: (Thiago Leon/CNBB).<?php echo $paginatitulo ?>

 

Organizado pela sociedade civil, abaixo-assinado pede a união das candidaturas de Ciro Gomes (PDT), Marina Silva (REDE) e Geraldo Alckmin (PSDB). Chamado de manifesto #Alcirina, o documento critica a possível eleição de Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT).

A ideia do movimento é colocar Ciro como a candidatura a ser defendida por Marina e Alckmin, devido a ser o candidato mais bem colocado nas pesquisas e menor rejeição. "Em troca, pedimos que Ciro incorpore pontos das propostas de Marina Silva (REDE) e Geraldo Alckmin (PSDB), garantindo também que ambos partidos tenham uma posição de destaque em seu governo", diz trecho do documento.

Esta não é a primeira vez que movimentos tentam reunir as principais candidaturas de centro em uma resposta à polarização dos votos entre Bolsonaro e Haddad, que acumulam os maiores índices de rejeição, apesar de serem os líderes na preferência.

Na última semana, uma reunião que trataria sobre o tema foi fracassada pela ausência dos candidatos. Na ocasião, uma união do centro seria negociada também com João Amoêdo (NOVO) e o senador Álvaro Dias (PODE). O parlamentar foi o único que compareceu, por amizade ao mediador, o advogado Miguel Reale Júnior.

Até às 16h desta quarta-feira (3) o abaixo-assinado #Alcirina tinha 4,7 mil assinaturas.

Intenções de voto
Pesquisa Datafolha divulgada nesta terça-feira (2) mostra um aumento de 4 pontos percentuais nas intenções de voto para o candidato Jair Bolsonaro (PSL) e queda de um ponto para Fernando Haddad (PT), que se mantém em segundo, com 21%. Ciro aparece em terceiro, com 11%.

Bolsonaro tem um índice de rejeição de 45%; Haddad tem 41%; Marina 30%; Alckmin, 24%; e Ciro 22%.


 

 

 

Com informações de Destak Jornal.




Tópicos Recentes