POLÍTICA

12/12/2018 as 08:17

Roleta-russa em Sergipe: a PF atirou no que viu e pode acertar no que não viu!

Quorum

Política
Por Habacuque Villacorte
<?php echo $paginatitulo ?>

Qual o assunto que mais “rende audiência” nas rodas políticas de Sergipe? Sem medo de errar este colunista anuncia: as investigações relacionadas a candidatos que disputaram as últimas eleições. Nesse caso há de se fazer um adendo: até quem não concorreu a um mandato eletivo ou que sequer tem filiação partidária anda “perdendo algumas noites de sono”. Como bem diz o ex-governador Albano Franco, nosso Estado é “terra de muro baixo”, onde “todos se conhecem”, e por mais que algumas pessoas tentem evitar ou se esconder, a verdade sempre vem à tona...

 

Outra ressalva: algumas investigações já estão em curso bem antes do processo eleitoral desse ano. Tem coisa antiga, ou melhor, algumas práticas! A vinda da delegada Erika Malena para a Superintendência Regional da Polícia Federal em Sergipe não teria sido um gesto de “prestígio”, de “reconhecimento”; digamos que teria sido uma espécie de “recuo estratégico”, aquela espécie de “salto para trás”, com o intuito de avançar duas casas mais adiante. A partir de janeiro ela vai compor a equipe de trabalho do futuro Ministro da Justiça, Sérgio Moro.

 

Se para muitos sua estada em Sergipe incomoda, para alguns a preocupação tende a ser muito maior quando ela for para Brasília (DF). Conhecida como a “precursora” da Operação Lava Jato no País, certamente que ela deixará “sua marca” aqui no nosso território também. É provável que até o final do mês Erika Malena e sua equipe de trabalho vão deixar muita gente sem dormir aqui no Estado. A cada investigação, a cada boato espalhado, o clima de aflição cresce, ganha forma e incomoda demais. É tanta conversa que em alguns momentos não se sabe o que é verdade ou fake News...

 

Quando a Polícia Federal – e nesse caso também vale para as Polícias de Sergipe (Civil e Militar) – atua com ações de campo, gera uma forte expectativa em setores da sociedade e da imprensa, sem contar que “acende a luz amarela” para alguns empresários, alguns advogados e uma série de políticos. É sinal que tem muita gente “brincando com fogo”; mesmo distante do período junino, o “Arraiá” é montado e as “quadrilhas” se apresentam! Qualquer semelhança com os festejos de São João e São Pedro será mera coincidência...

 

Mas não seria exagero deste colunista afirmar que, sobre as investigações realizadas pela Polícia Federal em Sergipe, certamente a equipe “atirou apenas no que conseguiu ver”, mas, se brincar, “pode acertar aquilo que não está tão visível”! Assim como as “nuvens no céu”, as “pedras no tabuleiro” também se movem a cada jogada. Tem gente sem dormir com medo, achando que está sendo investigado; tem gente supostamente no “sonho dos justos”, que pode vir a ser surpreendido. É cada dia com sua agonia. E assim vamos vivendo, e aprendendo...

 

Veja essa!

O “objeto” da PF, na maioria das investigações é o eleitoral; agora se ela tivesse o mesmo “campo de atuação” da Polícia Civil, por exemplo, bem que ela poderia ter “curiosidade” em ver como é interessante a relação “público-privado” em Sergipe, não necessariamente nesta ordem...

 

E essa!

É muito fácil setores da imprensa “tencionarem” a população a ficar contra este ou aquele político. Já pensou se entram na mesma “mira” alguns empresários, famosos “investidores” de campanhas eleitorais, às vezes muito bem representados por renomados advogados?

 

O céu é o limite!

Se a PF, através de Erika Malena, se atentar para este “viés”, certamente que ela vai colher “muitos frutos”. Não custa lembrar da polêmica sobre o lixo de Aracaju. Ninguém tinha coragem de mexer naquele “enxame”, mas quando “buliram”, o mau cheio veio à tona...

 

A coluna acertou?

Recentemente este colunista pontuou que um deputado federal eleito estaria na “mira” da procuradora Eunice Dantas, que ainda não havia anunciado as ações eleitorais com pedido de impugnação de candidaturas. O detalhe é que não seria Valdevan 90...

 

Olha nela!

Este colunista também colocou que uma parlamentar eleita em 2018 para a Assembleia Legislativa estaria prestes a ter problemas com a justiça, que o assunto era guardado com extremo sigilo e que a suplência já esfregava as mãos. O assunto é muito sério, não é gracinha deste escriba...

 

Bomba!

O deputado federal eleito Valdevan 90 foi preso e conduzido pela Polícia Federal na “entrada” do restaurante Sal & Brasa. Até onde se sabe, se for “espremer” o laranjal da política de Sergipe, vai render “suco” para o “prato principal” e até para a “sobremesa”. O jogo segue...

 

Laranja em abundância

Este colunista está acompanhando as investigações do caso Valdevan 90 de longe e vai esperar sua defesa se manifestar sobre a denúncia de que teria recebido doações de “laranjas” para a sua campanha. Mas sobre o “objeto” da ação, se verificar alguns “causos”, logo vão ver que não é real a “crise da citricultura” em Sergipe...

 

Exclusiva!

Outra quente: este colunista tem percebido um “esquema” todo construído para destruir o deputado eleito Valdevan 90. Talvez ele não seja inocente, mas tem muita gente “operando” em Sergipe contra ele, políticos, com ou sem mandato, advogados, empresários e até jornalistas. Vem aí a Liga da Justiça 2...

 

Farinha pouca

O governador Belivaldo Chagas (PSD) reduziu o “tamanho” do governo de 19 para 14 secretarias e já indicou seis secretários, deixando a sétima cadeira sob a responsabilidade de Eliane Aquino. A outra metade da “melancia” vai ser disputada “a tapa”. Vai ter cobrança com “fatura” igual ao 13º do servidor: parcelada em seis vezes, a partir de janeiro...

 

Vai de 4

Os vereadores da oposição na Câmara Municipal de Aracaju (CMA), Emília Corrêa (Patriota) e Lucas Aribé (PSB), ingressaram com uma Ação Popular em face do reajuste exorbitante da tarifa do transporte urbano de Aracaju que passou de R$ 3,50 para R$ 4 e que já está em vigor na capital.

 

Emília Corrêa I

Segundo Emília, o objetivo da fundamentação é que seja concedida tutela antecipada, em caráter de urgência liminar, para suspender, provisória e imediatamente, a vigência do Decreto Municipal N° 5.824/2018 fazendo o valor da tarifa retornar ao patamar anterior a sua publicação, ou seja, R$ 3,50.

 

Emília Corrêa II

“É direito próprio do cidadão participar da vida política do Estado fiscalizando a gestão e o Patrimônio Público, a fim de que esteja conforme com os Princípios da Moralidade e da Legalidade. Esse reajuste escorchante só afeta o lado mais fraco e a população não merece isso”, explicou. 

 

Lucas Aribé

O vereador Lucas Aribé enfatiza que um município que não oferece melhorias nos terminais de ônibus, nos abrigos, nos pontos, em acessibilidade para as pessoas, segurança para os usuários não pode aumentar a tarifa. “A prefeitura não libera e nem destina um centavo do seu orçamento para o transporte público e quer em uma canetada o reajuste. Esse aumento é uma falta de respeito com o povo que necessita do serviço”, pontuou Lucas.

 

Forró Caju e Setransp

Depois do êxito na parceria com o Setransp, que vai promover o Reveillon na Orla da Atalaia, conforme anúncio feito por Edvaldo Nogueira, olhando o custo-benefício fica a sugestão para 2019: para não ter mais problemas com os sanfoneiros sergipanos, a PMA pode ampliar essa parceria para que o Sindicato das Empresas de Ônibus também realize o Forró Caju. Todo mundo ganha e o povão fica satisfeito...

 

Falando em eventos

A Secretaria de Estado da Cultura (Secult) decidiu pelo cancelamento do Sergipe Arte Litoral, evento que aconteceria nos dias 14, 15 e 16 de dezembro, na Praia da Cinelândia. A medida foi tomada tendo em vista a participação de uma empresa investigada na operação da Polícia Federal sobre supostas irregularidades no processo licitatório para contratação de artistas no Arraiá do Povo 2018, a qual é representante exclusiva de quatro dos sete artistas selecionados por meio de chamamento público para se apresentarem no Sergipe Arte Litoral.

 

Arte no Litoral

Considerando o curto espaço de tempo até a realização do evento, a equipe da Secretaria de Cultura decidiu pelo cancelamento do evento até que se apurem todos os fatos que motivam a investigação da Polícia Federal, visando evitar prejuízos ao interesse público caso seja comprovada posteriormente a existência de comportamento de efeitos danosos à Administração Pública.

 

O caso de Itabaiana I

A deputada estadual Maria Mendonça (PSDB), hoje adversária política do prefeito afastado de Itabaiana, Valmir de Francisquinho (PR), foi para a tribuna da Alese denunciá-lo de supostamente ter “encomendado” um pistoleiro para matar um membro dos Teles de Mendonça. A denúncia já foi feita na delegacia e registrada ao secretário de Segurança Pública, João Eloy.

 

O caso de Itabaiana II

A informação do programa Cidade Alerta da TV Atalaia, apresentado pelo radialista e deputado Gilmar Carvalho, é que Valmir também irá a SSP e vai registrar o boletim de ocorrência solicitando a quebra do sigilo telefônico da deputada, de seu irmão (Zé Teles), do próprio Valmir e do radialista da cidade, Alex Henrique.

 

O caso de Itabaiana III

De longe Itabaiana é uma das cidades que mais prosperaram em Sergipe. Terra de gente trabalhadora, que acorda cedo e corre atrás de seus sonhos e objetivos. O comércio local é pujante e a cidade hoje vive uma nova era. É inaceitável que a violência e a pistolagem voltem à tona após tantos anos. A política precisa evoluir com o progresso...

 

Cantata de Natal I

A Assembleia Legislativa de Sergipe, na gestão do seu presidente e deputado estadual Luciano Bispo (MDB), realizou no início da noite dessa segunda-feira (10), na Praça Fausto Cardoso, em frente à Escola do Legislativo João de Seixas Dória, a 4ª edição da Cantata de Natal.

 

Cantata de Natal II

O espetáculo reuniu parlamentares, servidores da Alese, representantes de outros poderes, diversas autoridades e personalidades civis, além da população em geral que ficou envolvida com a história do nascimento de Jesus Cristo repleta de músicas, verdadeiras melodias natalinas que anunciam o amor, a paz e a fraternidade neste período.

 

Apresentações

Todos os presentes se sensibilizaram com as apresentações da Filarmônica Nossa Senhora da Conceição de Itabaiana, sob a regência do Maestro Ângelo Rafael; do Coral da Assembleia Legislativa (Corale); Coral da Caixa de Assistência dos Advogados de Sergipe (Advocanto), sob a regência do Maestro Joel Magalhães; além da Companhia de Artes da Alese, coordenada por Mônica e que tem em seu elenco os artistas Talita Calixto, Lidiane Lima, Tinho Torquato e Eden Bristo.

 

Fala povo I

Por várias vezes, durante a apresentação, os artistas foram aplaudidos pelo público, que aprovou não apenas as melodias, mas também a iniciativa da Assembleia Legislativa. “Estava saindo do comércio, preferi antecipar as compras de Natal. E antes de ir embora, a gente se depara com essa maravilha, com essas luzes, essa música bonita. Estão de parabéns os organizadores”, destacou a auxiliar de enfermagem, Maria José.

 

Fala povo II

Vendedora de uma loja de calçados no centro comercial, Ana Carla Dantas, também elogiou a iniciativa da Alese. “Depois de um dia de trabalho a gente já fica ansiosa para chegar em casa e descansar, mas eu tinha que parar para prestigiar essa apresentação. Tem coisas que o dinheiro não paga. Muita linda essa apresentação. Como Jesus é importante em nossas vidas”.

 

Luciano Bispo I

Bastante feliz com o sucesso da Cantata de Natal, o deputado Luciano Bispo destacou a importância da Alese viver em sintonia com o povo. “A Assembleia Legislativa é a Casa do povo sergipano e um evento dessa importância era necessário que fosse realizado em praça pública para que a população pudesse prestigiar e se deliciar com tanta arte, com tanta cultura”.

 

Luciano Bispo II

“É até uma forma da Alese ficar ainda mais próxima do povo e das pessoas conhecerem um pouco mais do nosso trabalho, que vai muito além do plenário e das Comissões Temáticas. É uma festa bonita, com a presença de tanta gente, da população, de quem frequenta o comércio e o calçadão, de quem está saindo do trabalho. A Cantata é uma conquista de todos os deputados e é uma forma de nós deputados desejarmos um Feliz Natal ao povo que representamos”.

 

Cesário Siqueira

Também presente na solenidade, o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Cesário Siqueira, disse que já é frequentador assíduo da Cantata da Assembleia Legislativa. “Trata-se de uma linda apresentação e a gente espera que os fluidos positivos do Natal, com mais amor e mais prosperidade, se propaguem para o nosso País e, mais particularmente, para Sergipe.

 

Garibalde Mendonça

O vice-presidente da Alese, deputado Garibalde Mendonça (MDB), não escondeu a satisfação com o resultado da Cantata de Natal. “Este é um evento que já faz parte do nosso Calendário sergipano. Nós, parlamentares, que fazemos a Alese, ficamos orgulhosos com essa ação na época de Natal que jamais foi feita. E agora, com nossa atuação, tendo à frente o presidente Luciano Bispo, saímos ainda mais realizados com esse espetáculo”.

 

Ana Lula

A deputada estadual Ana Lula (PT), que está finalizando sua trajetória parlamentar na Alese, não apenas elogiou a iniciativa da Casa, como também se comprometeu em se fazer presente nas próximas edições. “Foi muito bonita, é importantíssimo ver a nossa Assembleia dialogando com a população, através da arte, da música, com a poesia e o canto. É uma grande celebração de Natal. Onde tem música, teatro e poesia com certeza eu estarei presente desde que a saúde permita”.

 

Goretti Reis I

Já deputada Goretti Reis (PSD) entende que a Cantata, uma iniciativa da gestão do presidente Luciano Bispo, abre uma reflexão muito maior para o nascimento de Cristo. “Isso só engrandece os parlamentares, os servidores e a população sergipana. Estamos em praça pública, toda iluminada e temos que parabenizar o nosso coral e essa Orquestra maravilhosa”.

 

Goretti Reis II

“Isso só fortalece cada vez mais a importância do que é o Natal. Que não é apenas uma festa de troca de presentes, de decoração e iluminação, mas lembrar do nascimento de Jesus. Que tenhamos todos atitudes e comportamentos para beneficiar a população”, completou Goretti. O deputado estadual Paulinho Filho (PSC) também prestigiou a apresentação.

 

CRÍTICAS E SUGESTÕES

habacuquevillacorte@gmail.com e habacuquevillacorte@hotmail.com

 




Tópicos Recentes