POLÍTICA

15/03/2019 as 04:14

Senadores: Sergipe não precisa de “holofotes”, mas de empregos e investimentos!

Quorum

Política
Por Habacuque Villacorte
<?php echo $paginatitulo ?>

Com todo respeito que este colunista nutre pela vontade soberana do povo que, por maioria elegeu os senadores Alessandro Vieira (PPS) e Rogério Carvalho (PT), em 2018, os últimos acontecimentos requerem uma reflexão ampla sobre o início de seus mandatos no Congresso Nacional, como também cabe uma avaliação sobre a mais “experiente” senadora Maria do Carmo Alves (DEM). Os três juntos têm uma importância muito grande para Sergipe, mas, assim como os demais membros da bancada federal, podem contribuir muito mais com o Estado...

 

A coluna já reiterou algumas vezes o tamanho do “prejuízo” político para Sergipe a não eleição de André Moura (PSC), ex-líder do governo federal no Congresso. Da mesma forma como existem apoiadores, também são inúmeros os críticos do ex-deputado federal. Mas, deixando as “escolhas” de lado, não se pode negar em nenhuma circunstancia o papel de “protagonista” que ele teve junto ao ex-presidente, trazendo mais de um bilhão de reais em recursos para o Estado e prefeituras, independente da posição partidária do governador ou prefeito de plantão...

 

Como na atual legislatura André Moura é uma espécie de “página virada”, assim como também já foi o governo de Michel Temer (MDB), é importante que os atuais membros da nossa bancada “acordem”, deixem de ser “coadjuvantes” (alguns são meros figurantes) e tratem de tentar intermediar a relação Sergipe e a presidência de Jair Bolsonaro (PSL). Estamos falando da menor unidade da Federação em dimensões territoriais e que tem peso mínimo do ponto de vista eleitoral. Nosso Estado precisa mais do presidente do que ele de nós. É triste, mas é a realidade...

 

E não dá para nossos senadores “mudarem” o foco de seus mandatos para assuntos particulares, para a satisfação de seus projetos pessoais. No caso, da senadora Maria do Carmo, por exemplo, que fez e faz história em Sergipe, não lhe cabe externar uma divergência familiar para o “deleite” dos sergipanos em geral, através de entrevistas! A democrata já anuncia sua aposentadoria na vida pública e poderia aproveitar esses próximos quatro anos para intensificar seu olhar social, tentando viabilizar mais projetos de assistência para os sergipanos que mais precisam, por exemplo...

 

Já Rogério Carvalho, que não nega a ninguém suas pretensões de disputar o governo do Estado em 2022 (e que são legítimas, diga-se de passagem), não soma em nada para Sergipe quando propaga aos quatro cantos que é um dos líderes de um movimento que exige o impeachment de Bolsonaro, que tem menos de três meses de mandato. Não pegou bem, fez “média” com seu eleitorado de esquerda e ainda pode desviar a prioridade que nosso Estado se tornou junto ao governo federal. Nesse caso, o petista só perde para o delegado/senador (ou senador/delegado) Alessandro.

 

Este último concentrou todos seus esforços pela CPI da Toga: foi arquivada; agora recolhe mais assinaturas e decidiu “investigar” as nomeações dos gabinetes dos colegas de bancada. Agora, como perguntar não ofende nunca, foi para isso que Alessandro foi eleito? Será que foi essa a expectativa que os sergipanos construíram com seu mandato? Uma dessas nomeações vai trazer empregos e investimentos para Sergipe? E essa CPI? Fiscalizar e pressionar o Judiciário pode ser necessário, mas é a prioridade? Um recado aos três senadores: o sergipano não quer “holofotes” para seus representantes em BSB. Nosso Estado está “quebrado” e precisa de ajuda! É fazer mais e falar menos...

 

Veja essa!

Foi preciso o mantenedor do Hospital do Câncer de Barretos, Henrique Prata, vim a Sergipe para que, quase um ano no governo, o “galeguinho” Belivaldo Chagas (PSD) decidisse fazer uma auditoria no Hospital de Urgência de Sergipe (HUSE). Henrique Prata já poderia retornar mês que vez para visitar algumas escolas...

 

E essa!

Um detalhe: a auditoria que Belivaldo vai fazer no HUSE não será contábil, como bem colocou seu líder na Alese, Zezinho Sobral (PODE). Segundo ele, após quase um ano no governo, agora a turma vai verificar o fluxo dos procedimentos do hospital. É louvável, diga-se de passagem. Que seja eficiente...

 

Contradição de Eliane I

A vice-governadora Eliane Aquino (PT) preencheu suas redes sociais com homenagens em solidariedade aos familiares de Marielle, assassinada covardemente sim há um ano no Rio de Janeiro. Com todo respeito à petista e à história da vereadora vítima da violência, Eliane deveria ficar “solidária” também com as famílias de muitas “Marielles” que existem em Sergipe, que foram brutalmente assassinadas, mas que estão “morrendo” diariamente sem emprego, sem oportunidade.

 

Contradição de Eliane II

É muito fácil prestar solidariedade a uma família carioca, controlando um amplo espaço público em um Palácio no Nordeste, quando muitas sergipanas estão passando sede e fome no Sertão, sem uma política de assistência e de combate à violência contra a mulher mais eficiente. Poderia ficar solidária com as crianças pobres que dependem do transporte escolar para irem estudar e estão com seus futuros cada vez mais comprometidos. É a “politização” com discurso de “despolitização”...

 

Maria do Carmo I

A senadora Maria do Carmo Alves (DEM) esteve com o ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, em busca de recursos para medidas emergenciais que possam amenizar o convívio com a seca extrema, que vem assolando cerca de 80% dos municípios sergipanos. A expectativa de Maria, é que sejam garantidas verbas federais extraordinárias pelo menos para que decretaram estado de calamidade pública. 

 

Maria do Carmo II

Maria ressaltou que, além dos 11 municípios que atualmente estão sob estado de calamidade, incluiu entre as prioridades, também, o município de Tobias Barreto, atendendo ao prefeito Diógenes Almeida, que esteve em seu gabinete, em Brasília, para relatar o drama hídrico que tem enfrentado. “Estamos tentando dar uma resposta rápida para esse enfrentamento", disse Maria, observando que espera que o ministro seja sensível ao problema e possa contribuir para minimizar a situação.

 

Seca extrema

A senadora sergipana destacou a sua preocupação com o fato e citou estudo que foi coordenado pela Agência Nacional das Águas (ANA), segundo o qual, a seca em Sergipe já é considerada "extrema".  No seu entender, a falta de chuva no período, atingiu, sobremaneira, a agricultura, a fauna e a flora, trazendo sofrimento e escassez. De acordo com o Monitor de Secas — instrumento de acompanhamento regular da estiagem, o quadro é de preocupante severidade, principalmente nas regiões Agreste e Sertão, onde a situação é de “seca extrema”.

 

Clima ruim

Por mais que alguns setores da imprensa se esforcem para tentar esconder algo que parece óbvio para a sociedade, este colunista pontua: o clima dentro do governo do “galeguinho” Belivaldo Chagas não é dos melhores. Muitos aliados não foram contemplados e não acreditam em “quebradeira”. Tirando alguns aspectos pontuais, a gestão também não disse a que veio até agora...

 

Muita conversa

Para quem “sabia resolver” a constatação é que o governo “fala muito” e produz muito pouco. Se de um lado fez contenções e conseguiu alguns investimentos, do outro não tem reajuste de salários, fecha delegacias, o transporte escolar parou, empresas estão fechando, obras paradas, o turismo segue “sem chaminé” e o sistema de distribuição e fornecimento de água é uma piada!

 

Na bronca!

Como se não bastassem os problemas administrativos, em todas as rodas de conversa sempre vem à tona a falta de articulação política do governo do Estado. Muita gente que apoiou e trabalhou para o “galeguinho” em 2018 sequer é recebido no Palácio para tomar água gelada e cafezinho quente.

 

JB presente!

Ele chega na próxima semana de mais uma viagem de férias ao exterior e, pelo visto, vem com força total. JB já conseguiu fazer suas indicações no governo do sucessor e agora vai assumir o comando da Fundat em Aracaju. Para quem dizia que Jackson estava “aposentado”, é melhor aguardar...

 

Falando nele

A Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público, Previdência Pública e Ordem Tributária da capital registrou Notícia de Fato a partir de manifestação anônima, narrando, o ex-governador Jackson Barreto recebeu, recentemente, mais de 100 mil reais a título de pensão especial, mesmo com decisão do Supremo Tribunal Federal suspendendo esse tipo de pagamento.

 

É bronca!

Assim sendo, o Ministério Público solicita ao secretário da Fazenda para que, no prazo de 10 dias úteis, envie cópia do requerimento e de todos os atos administrativos posteriores que autorizaram a concessão do benefício ao ex-governador, bem como apresente manifestação sobre os fatos. Sem mais para o momento, reiteramos votos de elevada estima e distinta consideração, quando então subscrevemos.

 

Machado 2020!

Quem ninguém se engane: já existem fortes rumores de uma pré-candidatura do ex-deputado José Carlos Machado (PSDB), em Aracaju, no próximo ano. As informações dão conta que ele pode disputar uma cadeira na Câmara Municipal. É um bom nome para discutir os problemas da capital...

 

Bomba!

O promotor de Justiça, Jarbas Adelino, mandou oficiar o Comando da PM e o Governo de Sergipe para que se manifestem com documentos a respeito de uma denúncia de que o Executivo teria efetivado, ilegalmente, 300 candidatos sub judice que reprovaram no concurso da PM em 2014, “violando princípios da Administração Pública”. Consta na denúncia que houve o curso de formação, mas muitos candidatos não passaram e recorreram à Justiça para serem efetivados.

 

Exclusiva!

Segundo o promotor de Justiça, “a maioria já teve decisão judicial transitada em julgado que não reconheceu o direito ao cargo público, sendo despromovidos e até excluídos da corporação. Todavia, o Governo de Sergipe, aproveitando-se ilegalmente do instituto do apostilamento militar efetivou todos os irregulares”.

 

Time PMA I

Além de Carlos Cauê na Secom e Antônio Bittencourt (PCdoB) – Camilo, filho de João Daniel vai para a CMA; Antônio Hora assumirá a Secretaria de Esportes; Gustinho Ribeiro (SD) indicará o presidente da Funcaju.

 

Time PMA II

O nome de Valmor Barbosa também está cotado para a Emurb, com Sérgio Ferrari migrando para o Planejamento. Luiz Roberto (Emsurb) e Jeferson Passos (Fazenda) seguem “intocáveis”; Jorginho Araújo vai para a Secretaria de Governo; o PRB de Heleno Silva voltará a comandar a SMTT; e Everton Souza (leia JB) deve comandar a Fundat.

 

TAG I

A conselheira Angélica Guimarães recebeu em seu gabinete o prefeito de Nossa Senhora das Dores, Thiago de Souza Santos​, para assinatura de um Termo de Ajustamento de Gestão (TAG), com o objetivo de corrigir problemas na execução do Programa de Atenção Básica em Saúde. A reunião teve a participação do Ministério Público de Contas (MPC), na pessoa do procurador-geral, João Augusto Bandeira de Mello.

 

TAG II

As inconformidades apresentadas ao prefeito foram identificadas em auditoria operacional na área, efetuada em 2016. Dentre os problemas encontrados, destacam-se questões relacionadas à vacinação, frequência de profissionais de saúde, armazenamento de medicamentos e prevenção de câncer de colo do útero. De acordo com Angélica, os TAGs contribuem muito para a melhoria do serviço público e, neste caso, na gestão de saúde básica ofertada à população.

 

Angélica Guimarães

“Mais um TAG é realizado, através da nossa coordenadoria, no sentido de acelerar ou implementar mais ações na área de saúde. Por meio do TAG monitoramos as questões das consultas, dos pontos dos médicos, calendário de vacinação, exames de papanicolau. Esperamos e confiamos que o cumprimento do TAG possibilite melhorias nas ações preventivas na área de saúde nos municípios do Estado”, colocou a conselheira.

 

Prazos

Durante a assinatura do Termo, foram estabelecidos alguns prazos, como: 15 dias para apresentação de planos voltados a ações como saúde bucal, vacinação, combate ao Aedes aegypti e capacitação de equipes de saúde; 45 dias para controle eficiente de frequência dos profissionais de saúde; 60 dias para disponibilização de equipamentos básicos nas unidades de saúde, prestação de serviços odontológicos das Unidades de Saúde, destinação e manejo regular de lixo infectante, ações de prevenção e tratamento do câncer do colo do útero.

 

TCE I

“Essa visita superou minhas expectativas; ao assistir à sessão, entendemos a complexidade dos julgamentos, as divergências, os votos”. O comentário é do estudante do 8º período do curso de Direito, Breno Almeida, que esteve presente na sessão plenária do Tribunal de Contas do Estado (TCE) dessa quinta-feira (14).

 

TCE II

Breno foi um dos alunos do Centro Universitário Ages, da cidade de Paripiranga (BA), que compareceram à Corte de Contas para mais uma edição do TCE Cidadão - projeto desenvolvido pela Escola de Contas (Ecojan), com o intuito de apresentar o funcionamento do órgão aos universitários. Na ocasião, eles foram acompanhados pela professora Monise Gonçalves de Santana, que leciona a disciplina Direito Municipal. Segundo ela, este tipo de ação estimula os alunos no processo de aprendizagem. 


Monise Gonçalves

“Conheci o projeto pelo site do Tribunal de Contas e foi um processo muito fácil entrar em contato e agendar essa atividade. Hoje meus alunos tiveram a oportunidade de acompanhar uma palestra que está alinhada ao nosso conteúdo, além de toda a importância da visão humana e de assistirem ao trabalho feito no Pleno. A visita também ajuda a criar um respeito pela instituição e pelo trabalho aqui exercido”, explicou, fazendo referência à palestra “O Tribunal de Contas e o Sistema Constitucional de Controle Externo”, apresentada pelo coordenador jurídico do TCE, Marcos Brito.

 

MPE

O Ministério Público de Sergipe, por intermédio do Centro de Apoio Operacional de Segurança Pública, realizou audiência com os coordenadores de Delegacias da capital, Viviane Pessoa, e do interior, Jonathas Evangelista, para discutir a falta de delegados em algumas cidades do Estado. A informação foi relatada pelo promotor de Justiça de Gararu, Francisco Ferreira de Lima Júnior, que também tem atribuição nos municípios de Canhoba, Itabi e Nossa Senhora de Lourdes.

 

Seu delegado...

O promotor de Justiça pontuou que nas visitas realizadas no segundo semestre de 2018 não encontrou nenhum dos delegados nas unidades das quatro cidades, sendo que nas delegacias de Canhoba nenhum policial civil foi encontrado. Ainda de acordo com ele, a sala do cartório estava trancada e, segundo o militar responsável, pelo menos há 15 dias nenhum policial civil tinha comparecido àquela unidade.

 

Inquéritos
O promotor de Justiça ressaltou que tramitam na Promotoria de Justiça de Gararu dois inquéritos civis que apuram a questão, um em relação à Delegacia de Canhoba e outro em relação à Delegacia de Gararu. Além disso, foi destacado pelo promotor de Justiça o estado de conservação dessas delegacias: mato alto e sujeira ao redor. Salientou que a falta de um delegado de forma regular, leva ao descrédito da instituição perante a sociedade e ao aumento na procura pela Promotoria de Justiça para formalização de reclamações relatando dificuldades em registro de ocorrências.

 

Zezinho Sobral I

A Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese) aprovou o Requerimento do deputado estadual Zezinho Sobral (Pode) para a criação de uma Comissão Temporária de Representação Externa para acompanhar in loco as obras da BR 101 nos trechos do Estado de Sergipe. O deputado anunciou que cobrou ao Governo Federal, através do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), a conclusão da duplicação que já dura mais de 10 anos.

 

Zezinho Sobral II

O deputado gravou um vídeo do trajeto que fez no sentido Norte, de Aracaju até a cidade de Propriá, registrando todos os problemas que encontrou nas estradas.  “A rodovia deveria estar pronta há anos. Saindo da capital até Pedra Branca, entrada de Laranjeiras, a pista é dupla. Ao chegar à ponte, é possível ver que não foi feita a cabeceira. A estrada continua duplicada e, na sequência, o trânsito volta a ser pista única”.

 

Zezinho Sobral III

“Essa Comissão tem como foco acompanhar, fiscalizar, cobrar e buscar melhorias para finalizar as obras de duplicação. Após essa aprovação, o próximo passo é irmos até Brasília conversar com o general Antônio Leite dos Santos Filho, diretor geral do Dnit, para tratar dos assuntos referentes à celeridade desta obra. Faço um apelo à classe política. A luta pela conclusão da BR 101 independe de partido político”, completou o líder do governo na Alese.

 

Laércio Oliveira I

O deputado federal Laércio Oliveira é titular das Comissões de Turismo e Minas e Energia. Ele participou da instalação das comissões que elegeram também os seus presidentes. “Sou membro da Comissão de Turismo por compreender o caráter transversal, dinâmico e global da área, uma importante atividade quando o assunto é geração de empregos e também por causa do potencial de Sergipe”.

 

Laércio Oliveira II

“O nosso estado também tem a extração mineral como uma importante atividade econômica. A Comissão de Minas e Energia vota propostas que tratam da exploração de recursos minerais e energéticos, fontes convencionais e alternativas de energia, gestão dos recursos hídricos, entre outros temas”, explicou Laércio.

 

Gustinho Ribeiro I

O deputado federal Gustinho Ribeiro (SD) está buscando junto ao Ministério do Desenvolvimento Regional recursos para executar diversas obras de pavimentação no município de Lagarto. A soma pode chegar a R$ 11.933.901,00, segundo dados do Ministério.

 

Gustinho Ribeiro II

O deputado informou que já esteve reunido com o ministro Gustavo Canuto. “Detalhei ao ministro como podemos levar ainda mais desenvolvimento social e econômico para o maior município do interior sergipano com obras de reestruturação urbana”, afirmou.

 

Gustinho Ribeiro III

Gustinho disse que dentro do planejamento estão pavimentações em asfalto e paralelepípedo em várias ruas, inclusive com drenagem no povoado Colônia 13, além de recapeamento de estradas. “Para além disso, é imprescindível que façamos reformas em ciclovias e também uma grande ampliação dessas vias. Isso é gerar desenvolvimento com qualidade de vida e responsabilidade social e ambiental”, completou.

 

Roda de Conversa

Em celebração ao Dia Internacional da Mulher, o Conselho de Arquitetura e Urbanismo de Sergipe (CAU/SE), através de sua Comissão Técnica de Mulheres Arquitetas e Urbanistas, realiza a Roda de Conversa: Mulheres na Arquitetura, no dia 15, das 14h às 19h, no Del Mar Hotel. Com o objetivo de discutir a atuação e ações das mulheres na arquitetura e urbanismo, o evento tem como público alvo arquitetos e urbanistas e acadêmicos da área. Na programação, palestras, perfis femininos na arquitetura, roda de conversa e dinâmica em grupo. As inscrições estão abertas e são gratuitas. As vagas são limitadas.

 

Laranjeiras

O prefeito Paulão das Varzinhas e a sua vice, Suely da Escolinha convidam assessores, correligionários, autoridades políticas e turistas para prestigiarem neste domingo (17), a Procissão de Bom Jesus dos Navegantes, do bairro Pedra Branca, com concentração a partir das 14h30, em frente à Igreja local.

 

CRÍTICAS E SUGESTÕES

habacuquevillacorte@gmail.com e habacuquevillacorte@hotmail.com




Tópicos Recentes