POLÍTICA

20/03/2020 as 15:30

Sobe para 23 os infectados que viajaram com Bolsonaro aos EUA

Bolsonaro disse que poderá fazer novos testes para testar o coronavírus

<?php echo $paginatitulo ?>

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta sexta-feira (20) que há mais quatro casos confirmados de coronavírus entre seus assessores que estavam na comitiva que viajou com ele para os Estados Unidos.

 Em entrevista na frente do Palácio da Alvorada, Bolsonaro confirmou que apresentaram resultado positivo para Covid-19 os exames de seu ajudante de ordens, Major Cid, do assessor internacional da Presidência, Filipe Martins, do diretor do Departamento de Segurança Presidencial, coronel Suarez, e do chefe do Cerimonial, Carlos França.

Com isso, sobe para 23 o número de pessoas que estiveram com o presidente nos Estados Unidos na viagem no início de março.

Apesar de ter tido contato com essas pessoas, Bolsonaro afirmou que manterá sua rotina de trabalho no Palácio do Planalto, e que pode fazer novos testes.

"Fiz dois testes. Talvez faça mais um porque eu sou uma pessoa que tenho contato com muita gente. Talvez receba orientação médica."

Na noite desta quinta-feira (19), o presidente da Apex (Agência Brasileira de Promoção de Exportações), Sergio Segovia, recebeu teste positivo para o novo coronavírus, informou sua assessoria.




Tópicos Recentes