SAÚDE

02/06/2018 as 09:10

Combine luta com os aparelhos da academia e gaste mais de 500 calorias

Faça uma sequência da QZone Fight, nova aula da Les Cinq Gym, para acelerar seu metabolismo por até 36 horas

Foto: (Digital Vision/Thinkstock/Getty Images)<?php echo $paginatitulo ?>

Sou daquelas que amam um treino pesadíssimo, em que o top sai encharcado; e o coração quase na mão. Por isso, quando me convidaram para conhecer a QZone Fight, da academia Les Cinq Gym, em São Paulo, logo cancelei a corrida que faria no mesmo dia para, assim, preservar minhas pernas (essa foi uma das decisões mais sábias das últimas semanas!). Assim como a já existente QZone, a nova aula também tem como objetivo manter as alunas na “zona laranja”, quando a frequência cardíaca fica entre 81 a 94% do valor máximo.

“A intenção é que você permaneça nesta intensidade uma soma de 14 a 21 minutos [dos 60 de aula] para que seu metabolismo siga acelerado por até 36 horas após o treino”, explica Waldyr Maciel, coordenador técnico da Les Cinq Gym. E, como há duas TVs na sala com monitores individuais que mudam de cor de acordo com o batimento do coração de cada aluna, os professores sempre sabem se estamos realmente atingindo nosso esforço máximo. “Por causa dessa personalização, todo mundo está apto a fazer a aula”, diz Waldyr. “Se você for mais bem condicionada do que eu, correrá numa velocidade maior e, ainda assim, nós dois podemos estar na zona laranja.” Ou seja, independentemente do seu nível fitness, dá para cumprir o objetivo da aula HIIT.

O mais importante é tentar manter a alta intensidade durante a maior parte do tempo. Para isso, a melhor estratégia é diminuir o ritmo quando faltar fôlego, mas sem nunca parar. Eu, por exemplo, em vez de saltar para trás no sprawl, eu colocava um pé por vez para trás para formar a prancha. Já falei que a novidade é bem hard, né? “Os exercícios da luta, como socos e chutes, exigem bastante do condicionamento físico, principalmente porque batemos na torre [um tipo de saco de pancada apoiado no chão], o que gera um impacto”, diz o educador físico Rodrigo Ruiz, um dos responsáveis pelo desenvolvimento do QZone Fight.


O Portal Alô News está querendo a sua opinião. Responda nossa pesquisa, clicando aqui e nos ajude a fazer um portal cada vez melhor pra você.

 

 

 

Com informações de Boa Forma.




Tópicos Recentes