SAÚDE

09/05/2019 as 09:19

Por que beber álcool aumenta probabilidade de ser picado por mosquitos?

O suor liberta uma substância encontrada nas bebidas alcoólicas que serve de 'aviso' para os mosquitos sobre a presença de uma refeição por perto

© DR<?php echo $paginatitulo ?>

Ser picado por mosquitos não é uma experiência agradável, mas saiba que alguns fatores podem contribuir para que uma pessoa seja mais ‘atrativa’ para os mosquitos, incluindo o consumo de bebidas alcoólicas.

De acordo com um estudo, o etanol presente no álcool – e que é expelido através do suor – serve como um tipo de aviso para os mosquitos sobre a proximidade de uma refeição.

“Se você está com fome e estiver a divagar, provavelmente vai ao encontro de comida: aquele cheiro forte de croissants ou hambúrgueres, por exemplo. Pode até não comer esses alimentos, mas sabe que está ali comida”, explicou Tanya Dapkey, da Universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos, à BBC Future, citando que o mosquito também é atraído pelo cheiro que o agrada.

Uma Pesquisa anterior já havia indicado que beber uma garrafa de cerveja torna as pessoas mais propensas a serem picadas por esses insetos.

Cientistas ainda explicam que os mosquitos picam o ser humano devido a duas substâncias químicas que exalamos ao respirar: dióxido de carbono (CO2) e otanol – que é um álcool secundário criado a partir da quebra do ácido linoleico (também chamado de ‘álcool de cogumelo’).

Apesar disso, outros fatores podem contribuir para esses resultados. Um outro Estudo publicado no Journal of Medical Entomology apontou que o tipo sanguíneo pode tornar um indivíduo mais suscetível à picada de mosquitos. Por exemplo, aqueles com sangue tipo O apresentam uma probabilidade duas vezes maior de serem picados do que quem tem sangue tipo A. Os mosquitos ainda podem ser atraídos pela temperatura corporal elevada, gravidez e massa corporal.

 

Com informações do Notícias ao Minuto




Tópicos Recentes