SAÚDE

11/09/2019 as 08:33

Por que ganhamos peso ao envelhecer? A ciência descobriu a resposta

O processo de remoção e armazenamento das células responsáveis por estocar gordura diminui durante o envelhecimento, o que leva ao ganho de peso

Google<?php echo $paginatitulo ?>

Você com certeza já ouviu alguém dizer “quando eu era mais novo eu era bem magrinho”. É provável que esse conhecido costumasse ter um peso adequado, mas começou a engordar conforme os anos foram passando. Esse processo é muito comum para a maioria das pessoas. Mas por que isso acontece? Pesquisadores suecos e franceses decidiram investigar e descobriram a resposta: o processo de remoção das células responsáveis por armazenar gordura diminui durante o envelhecimento. Do outro lado, aquele que armazena gordura, não há reajuste para manter o controle do que entra. Esse desequilíbrio facilita o ganho de peso, mesmo que a rotina alimentar e de exercícios não mude ao longos dos anos.

“Os resultados indicam, pela primeira vez, que os processos em nosso tecido adiposo regulam as alterações no peso corporal durante o envelhecimento de maneira independente de outros fatores”, disse Peter Arner, co-autor do estudo, ao Daily Mail. Segundo a equipe, essa descoberta pode favorecer a criação de tratamentos que ajudem a manter o controle do peso corporal ao longo da vida. Enquanto isso não acontece, a melhor forma de limitar esse efeito é praticar atividade física regularmente.

Imagem relacionada

Os cientistas disseram ainda acreditar que o novo entendimento sobre a renovação lipídica – processo de remoção e armazenamento de gorduras corporais –  pode  facilitar a compreensão do que regula o tamanho da massa gorda nas pessoas, melhorando os tratamentos para obesidade.

A descoberta

O estudo, publicado na revista Nature Medicine, acompanhou 54 adultos ao longo de 16 anos, verificando ganho e/ou perda de peso. Ao final, os pesquisadores notaram que 15 participantes engordaram, 19 mantiveram praticamente o mesmo valor na balança e 20 conseguiram perder mais de 7% do peso corporal.

Apesar de alguns terem mostrado resultados positivos no peso, todos os participantes sofreram redução no processo de renovação lipídica do tecido adiposo (responsável pelo armazenamento de gordura e manutenção da temperatura corporal). Já aqueles que ganharam peso – alguns chegaram a aumentar em 20% – não reduziram a ingestão de calorias para compensar o desequilíbrio causado pelo envelhecimento.

Os pesquisadores também examinaram a taxa de renovação lipídica de 41 mulheres submetidas à cirurgia bariátrica para verificar como ela afetava a capacidade de manter o peso após a intervenção cirúrgica. Os resultados mostraram que somente as participantes que tinham menor taxa de renovação lipídica antes da cirurgia conseguiram aumentá-la para conservar a perda de peso. 

Envelhecimento

O ganho de peso ao longo dos anos é um acontecimento multifatorial. Diversos estudos encontraram outras causas, incluindo redução hormonal. No homem, a testosterona é responsável por estimular o metabolismo. Níveis mais baixos do hormônio masculino facilitam o armazenamento de gordura pelo organismo – ao mesmo tempo em que o excesso de peso interfere na na sua produção.

Na população feminina, dois hormônios trabalham para garantir o metabolismo. Nas mulheres jovens, níveis mais altos de estrogênio contribuem para a formação de tecido adiposo. Mas a forte presença da progesterona consegue equilibrar a balança. A partir dos 35 anos, os níveis de ambos os hormônios diminuem. No entanto, a queda da progesterona é muito maior – o que favorece a acúmulo de gordura corporal. 

Outro fator que atua no ganho de peso é a perda de massa muscular, pois isso leva à desaceleração do metabolismo. A glicose é a principal fonte de energia do organismo. Se não há gasto de glicose, pela falta de exercício, por exemplo, ela se transforma em gordura corporal.

Como evitar o ganho de peso?

A manutenção de uma alimentação equilibrada e a prática de atividade física regular é a solução para inúmeros problemas de saúde. Com o ganho de peso ocasionado pela idade não seria diferente. Por isso, é importante se exercitar, incluindo exercícios aeróbicos (nadar, andar de bicicleta, correr) e de resistência (levantamento de peso e agachamento). Para pessoas mais velhas, outra dica é investir no consumo de proteínas que ajudam a desenvolver os músculos e manter o metabolismo estável.

 




Tópicos Recentes