SAÚDE

23/03/2020 as 16:15

Vacinação: idosos devem evitar aglomeração quando for aos postos

A campanha de vacinação contra a gripe, iniciada no ultimo sábado, 21, levou vários idosos e profissionais de saúde as Unidades Básicas de Saúde (UBS) para fazer a imunização

<?php echo $paginatitulo ?>

Em Aracaju, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) 32% dos idosos foram vacinados contra a Influenza, porém, fica o alerta para os idosos que devem evitar aglomerações na hora de fazer a vacina.

No sábado, alguns postos de saúde receberam muitos idosos, público prioritário nessa primeira fase de vacinação, mas que também é o grupo de risco de infecção pelo COVID-19. No posto Sinhazinha, zona sul de Aracaju, o movimento foi grande. Na zona oeste, no Posto Joaldo Barbosa, o movimento também foi intenso, mas, para se proteger, a funcionária púbica Silvana Maia evitou o horário de maior pico.

“ Eu liguei pela manhã e me disseram que tinha fila para vacinar, então deixei para ir depois do almoço. Quando cheguei tinha pouca gente e fui imunizada imediatamente. Não podemos deixar de nos vacinar contra Influenza, mas temos que ter cautela e nos proteger contra o coronavírus”, declara.

 

De acordo com a SMS, a decisão de adiantar em um dia a campanha na capital – a campanha nacional teve inicio nesta segunda-feira, 23 – foi mais uma medida de proteção aos públicos-alvo, em especial aos idosos, já que a vacina é uma proteção aos quadros de doenças respiratórias mais comuns.

Ainda segundo a SMS,  nas unidades o atendimento está normal, mas o cuidado com a higienização dos posto de saúde foi reforçado e a divisão do público em fases também foi pensada  para evitar aglomerações. Nas filas estão sendo passadas as recomendações, principalmente, o distanciamento social das pessoas.

Vacinação

A campanha foi dividida em três fases. Nesta primeira fase que segue até o dia 16 de abril, estão sendo vacinados os idosos e os trabalhadores de saúde, que atuam na linha de frente do atendimento à população.

A vacinação está disponível nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), no horário de 7h30 às 16h30. É necessário apresentar a carteira de vacinação e documento de identificação, e o profissional da saúde, também um comprovante de que faz parte desde grupo prioritário.




Tópicos Recentes