SERGIPE

18/07/2019 as 08:29

Cidadania aciona Comissão de Ética contra vereador Palhaço Soneca

Parlamentar afirma que não cometeu ilegalidade e está de consciência tranquila

<?php echo $paginatitulo ?>

O Cidadania informou, nesta quarta-feira (17), que encaminhou denúncia à Comissão de Ética do partido contra o vereador Alexsandro da Conceição, o Palhaço Soneca, diante do episódio em que o parlamentar foi visto em uma festa realizada no município de Capela, leste sergipano, enquanto estava afastado da Câmara Municipal de Aracaju por licença médica.

Por meio de nota divulgada à imprensa, a executiva municipal disse interpretar que a conduta do parlamentar, filiado ao Cidadania, “fere os princípios éticos e morais do partido e da democracia”. 

O Cidadania afirma que o Conselho de Ética deverá tomar as devidas providências na apuração dos fatos e encaminhará relatório para que a executiva municipal proceda, conforme o estatuto, para as devidas sanções e vai garantir ao filiado o amplo contraditório.

No documento, o partido também ressalta que “o vereador foi ouvido por esta instância e apresentou suas justificativas preliminares e terá outras oportunidades de apresentar sua defesa durante o curso processual. O Cidadania, apesar de sucessor do PPS, é um partido em formação e tem como valor inegociável a ética e a moral, sem qualquer relativização, e não tolerará nenhuma conduta que possa colocar em dúvida seus valores”, completa a nota.

A reportagem, o parlamentar disse que está com a consciência tranquila e alegou que não cometeu nenhum tipo de ilegalidade ou qualquer ato de corrupção, o que neste caso, segundo ele, lhe tiraria o sono. Por meio de sua assessoria, Palhaço Soneca afirmou que apenas descumpriu uma ordem médica de ficar em licença por 90 dias e que havia saído naquele dia por estar se sentindo bem. O vereador afirmou ainda que vai responder ao partido e se defender com tranquilidade.

Lembre

Soneca está afastado desde abril em razão de um procedimento cirúrgico de emergência, desde então, sua vaga na Câmara passou a ser ocupada pelo suplente, Armando Batalha Júnior. O vereador goza de um afastamento remunerado de três meses por motivo de saúde e, além disso, Soneca teve concedido 30 dias de afastamento não remunerado por motivo pessoal. No dia 30 de junho, o vereador, licenciado, participou da tradicional Festa do Mastro, em Capela. Imagens dele logo ganharam as redes sociais com uma repercussão negativa.

O Ministério Público, através da 7ª promotoria de Justiça do Patrimônio Público, também apura a conduta do vereador.




Tópicos Recentes