SEX APPEAL

26/05/2018 as 09:45

Esqueça o Tinder, ele não vai fazê-lo transar mais

Estudo de universidade diz que a maioria dos usuários usam o aplicativo para passar o tempo — principalmente quando estão entediadas

Foto: (Tinder/Divulgação).<?php echo $paginatitulo ?>

 

Desde os primeiros rumores de aplicativos de namoro, eles sempre foram comparados a um delivery de sexo. Ele pode até demorar, mas basta pedir que uma hora o pedido chega.

Anos de uso e incontáveis matchs depois está claro que o processo é um pouco mais desafiador. E agora você tem uma pesquisa para apoiar a frustração.

Uma nova pesquisa publicada em Personality and Individual Differences descobriu que os usuários desses apps têm o mesmo sucesso que as pessoas que não se vale da tecnologia e estão afim de transar.

As conclusões são de um estudo da Universidade Norueguesa de Ciências a Tecnologia (NTNU, na sigla em inglês) feito com 641 estudantes entre 19 e 29 anos sobre atividades sexuais dentro e fora das redes sociais.

Apesar de admitirem que estão no Tinder e similares para conseguir relações de curto prazo, o sucesso continua dependendo da capacidade de se conectar com o outro.

“No fim, o app se tornou uma nova área pública para encontros. Mas até certo ponto, as pessoas que os usam são os mesmos que tentam achar essas relacionamentos em outros lugares”, explica o professor Leif Edward Ottesen Kennair, do departamento de psicologia da NTNU.

Boa porcentagem da falta de “efetividade” vem do fato de uma grande parcela dos users consumirem o aplicativo quando estão entediados. Pegou? Virou apenas mais um passatempo.

Outra descoberta foi a de que mulheres costumam gastar mais tempo dentro do online date. Além de analisarem com mais cuidados seus likes, a ferramenta serve também como uma forma de aumentarem a autoestima — para se sentirem mais atraentes.

Já os homens vão com muita sede ao pote, apesar de estarem mais propensos a procurarem também por parceiras de longo prazo.


O Portal Alô News está querendo a sua opinião. Responda nossa pesquisa, clicando aqui e nos ajude a fazer um portal cada vez melhor pra você.

 

 

 

 

Com informações da Folhapress e de Notícias ao Minuto.

 



Tópicos Recentes