SEX APPEAL

06/09/2018 as 12:09

Dia do sexo: saiba o que os brasileiros fazem para apimentar a relação 'entre quatro paredes'

De acordo com site de relacionamentos, 33,2% dos brasileiros fazem sexo pelo menos uma vez na semana

Foto: (Pixabay).<?php echo $paginatitulo ?>

No dia do sexo, celebrado nesta quinta-feira (6/9), nada mais justo do que desvendar um pouco do comportamento dos brasileiros na cama. Um levantamento realizado pelo site Sexlog.com, maior rede social adulta da América Latina, revelou que a principal arma usada para apimentar a relação e agradar o parceiro é investir em uma boa lingerie. A peça íntima foi citada por 60,4% dos entrevistados para dar aquela esquentada no clima.

Em segundo lugar no ranking de preferências, apontados por 54,1% dos brasileiros, estão os acessórios (como algemas e fantasias) e cosméticos comestíveis (como cremes e géis). Na sequência dos favoritos para fazer o clima pegar fogo, aparecem os vibradores, escolhidos por 49,9% dos entrevistados. Há também aqueles mais ousados que optam por menage (35,6%) e swing (27,9%).

Para a sexóloga e psicóloga Sônia Eustáquia vale quase tudo para não deixar que a relação sexual caía na mesmice. "É importante apostar no fetiche do casal. A dica principal é não deixar a rotina prevalecer durante a vida", orienta. Além de realizar as fantasias, a especialista também recomenda experimentar várias posições para inovar e surpreender o parceiro.

Conforme o levantamento do Sexlog, 33,2% dos brasileiros fazem sexo pelo menos uma vez na semana, e apenas 11% afirmaram transar mais de cinco vezes na semana.

Satisfação sexual

Acredite se quiser, os casados são mais felizes no sexo que os solteiros. Pelo menos foi isso que apontou a pesquisa do Sexlog. Conforme os dados, 22% dos casais deram nota 10 para a vida sexual e 76% dos casais garantiram ter melhorado a performance na cama após o casamento.

Mais da metade dos entrevistados afirmaram que fazem mais sexo depois do casamento. E tem mais: apenas 5% dos casados acham que voltar a ser solteiro pode melhorar a vida sexual. Mesmo com tanta satisfação, 97% dos entrevistados disseram acreditar que é possível apimentar a relação mesmo depois de anos de casados.

Prazer sexual

A sexóloga Sônia Eustáquia recomenda focar nas sensações e não no ato sexual em si. "Quanto mais foco nas sensações e consciência corporal uma pessoa tem, maior será a sua chance de prolongar o prazer do ato sexual. É bom pensar que fazer amor e sexo é algo que pode acontecer na vida de todos, pela vida toda, e que é muito prazeroso em todas as suas fases de contato, e não só o orgasmo pode ser considerado como forma de prazer".

Outro fator importante apontado pela especialista para não se frustrar no sexo é não comparar a relação com as vistas em filmes pornos. Sônia Eustáquia, inclusive, recomenda diminuir o contato com a pornografia de internet. "Esse excesso de pornografia pode atrapalhar na fantasia do casal e, em alguns casos, um parceiro pode até perder o interesse no outro", explicou.


 

 

 

Com informações de Hoje em Dia.




Tópicos Recentes