SEX APPEAL

24/04/2019 as 11:22

Sexo bom: homens e mulheres contam o que é essencial na transa

Pesquisa mostra que é necessário mais do que tesão para fazer a (o) parceira (o) sentir prazer

<?php echo $paginatitulo ?>

Quais são os requisitos para que uma relação sexual seja boa? Tesão? Sintonia entre os envolvidos? Performance? Esses aspectos são importantes, mas de acordo com uma pesquisa realizada pelo site Singles in America, financiada pelo serviço de namoro Match e conduzida pela Research Now existem outros fatores que fazem uma transa ser boa.

De acordo com o estudo 83% dos solteiros, independentemente da orientação sexual, classificam que um parceiro (a) que seja seja atencioso e entusiasmado são os dois principais indicadores para um bom sexo. Além disso, ter uma boa comunicação e se preocupar com as necessidades do parceiro (a) também contribuem para deixar o momento mais envolvente.

De acordo com a antropóloga biológica Helen Fisher, que também é assessora científica do site Match, as pessoas geralmente colocam muito foco em inovar no momento da transa, mas é importante lembrar que aspectos básicos são fundamentais. A pesquisa foi realizada com mais de 5 mil participantes.

A pesquisa também descobriu que apesar de a maioria dos participantes acreditar que a sintonia sexual melhora com o tempo, as mulheres são 70% menos tolerantes a um sexo ruim do que os homens.

A terapeuta sexual Emily de Ayala vê esse cenário de forma positiva e acredita que esse momento é positivo, pois mostra que as mulheres não se contentam mais com relações ruins apenas para ter um parceiro.

Terceira idade

Engana-se quem pensa que a terceira idade é sinônimo para não ter uma vida sexual satisfatória. De acordo com a pesquisa, entre as mulheres a melhor época para fazer sexo é aos 64 anos. Já entre os homens aos 66 anos.

Um dos motivos, segundo Emily, seria o fato de que os mais velhos se sentem mais confortáveis em falar sobre o que gostam ou não gostam, sem falar que já estão mais maduros e confortáveis com os seus corpos.

 

Com informações do portal Minha Vida




Tópicos Recentes