SEX APPEAL

29/04/2019 as 08:46

App para sexo: cinco aplicativos que prometem melhorar a vida sexual

Lista reúne cinco programas gratuitos para apimentar a relação

Reprodução/Pond5<?php echo $paginatitulo ?>

Aplicativos podem ser aliados na hora de apimentar a relação de casais que estão juntos há um tempo, além de também serem úteis para quem quer aproveitar os momentos a dois de forma intensa. Às vezes, a criatividade pode falhar, por isso existem apps que prometem melhorar a vida sexual dos usuários gratuitamente.

Na Play Store, para celulares Android, e na App Store, para iPhone(iOS), há desde os clássicos Kama Sutra a desafios quentes para jogar em dupla. Na lista a seguir, confira cinco aplicativos que são úteis para manter uma vida sexual ativa e animada.

1. Kindu

O Kindu é um app disponível para Android e iOS que busca tirar o casal da rotina com sugestões de atividades que sejam aprovadas pelos dois. Para isso, os dois parceiros precisam fazer o download da aplicação e emparelhá-las. Depois, em um layout que se assemelha ao do Tinder, o usuário deve curtir ou não os cartões com as opções oferecidas e, se der “match”, ou seja, se ambos concordarem, então é só colocar em prática. Entre as propostas, há a opção de experimentar óleos e loções, vendar e amarrar o outro, usar brinquedinhos, fazer uma viagem de final de semana, entre outras.

Segundo os desenvolvedores, a aplicação foi criada para facilitar a comunicação entre casais que têm dificuldade em falar sobre seus desejos sexuais diretamente um ao outro. Por isso, oferece ainda a opção de incluir anonimamente um item de interesse próprio sem que o outro saiba quem foi que escreveu. O programa não tem tradução para o português, portanto, é necessário que o casal tenha um pouco de conhecimento de inglês para compreender as mensagens.

2. iKamasutra Lite Sex Positions

O iKamasutra Lite Sex Positions é a versão gratuita do app disponível para Android e iOS que reúne diversas posições sexuais que podem ser exploradas pelo casal. Além de ilustradas, as poses são explicadas na parte de baixo do cartão. O usuário pode optar ser pego de surpresa ao sacudir o smartphone e permitir que o app sorteie uma dica.

É possível ainda marcar um card como “feito”, “favorito” ou “a fazer” para não perder nada. Se o casal quiser mais opções de posições e sugestões de lugares, cenas de filme ou surpresas a fazer, é preciso aderir a um dos pacotes pagos existentes na aplicação.

3. Desire

App para usuários dos sistemas Android e iOS, o Desire busca apimentar a relação propondo uma série de desafios, atualizados semanalmente, que vão desde os mais românticos até os mais picantes. Se a pessoa encontrar um que interesse, pode enviar ao parceiro a “provocação” e, caso ele cumpra, ganha pontos. Quanto mais pontos a dupla acumular, a mais desafios as pessoas têm acesso.

O serviço disponibiliza ainda desafios diários, permite marcar encontros pelo app em estabelecimentos próximos e, até mesmo, escrever um diário descrevendo como foram os dias com o seu amor. O conteúdo e foto adicionados podem ser lidos pelos companheiros ou companheira e pode ser uma forma de acender a paixão.

4. Addicted Dice

Os famosos dadinhos sexuais chegaram aos smartphones Android com o app Addicted Dice. O programa pode sortear o lugar onde o ato será feito bem como definir a ação e em qual lugar do corpo. Para isso, é só ir na opção desejada e deixar a sorte agir. Durante o nosso teste, o local escolhido foi o quarto e a ação selecionada foi beijar orelha. Há ainda um último dado, para quem gosta de uma linha mais sadomasoquista.

5. Telegram

Isso mesmo, o mensageiro rival do WhatsApp também pode ser usado para melhorar a vida sexual. Por meio da ferramenta de chat secreto, é possível conversar sobre qualquer assunto e trocar imagens com o máximo de confidencialidade. Isso porque, além do papo ser criptografado de ponta a ponta (ou seja, somente emissor e receptor têm acesso ao conteúdo), é impossível dar print na tela ou encaminhar arquivos e textos. Além disso, a ferramenta destrói todo o conteúdo da conversa após período determinado pelo próprio usuário do Telegram.

 

Com informações do TechMundo




Tópicos Recentes